Dia dos Pais: infectologista recomenda celebrar a data à distância

infosul
Foto: reprodução

Amanhã, domingo, 09, é celebrado o Dia dos Pais em todo o Brasil. Neste ano, em virtude da Covid-19, especialistas recomendam o distanciamento social. É o que afirma o infectologista Rogério Sobroza. “O mais correto é manter o isolamento social, principalmente se os pais forem pessoas idosas e ainda mais, se eles apresentarem comorbidades. Cabe aos filhos e parentes colocar na balança, a saudade e a saúde, e tomar a melhor atitude”, diz o profissional.

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil liderou o ranking mundial de mortes pela Covid-19 por oito semanas seguidas. E, Santa Catarina, que há mais de 140 dias permanece em quarentena, é classificado com risco potencial gravíssimo para a doença.

“Ainda não temos remédios ou vacinas que controlem ou imunizem contra essa doença. Por enquanto, quando se pensar em visitar um parente, um conhecido, deve-se considerar a segurança desse encontro. Ninguém deve ir à casa de outra pessoa se apresentar sintomas respiratórios ou febre. Se forem acompanhados por crianças os cuidados devem ser dobrados, porque muitas são assintomáticas, mas transmitem o vírus”, alerta o médico.

Para o especialista, aqueles que insistirem em sair de casa, precisam tomar cuidados redobrados. “Algumas famílias têm optado por visitar de carro os pais, avós e familiares. A ideia é ir, em poucas pessoas, todos de máscaras e conversar pelo vidro do veículo”, sugere.

“Outra [ideia] pode ser os contatos online. Atualmente existem várias ferramentas na internet que são acessíveis e comportam várias pessoas conversando ao mesmo tempo. Essa aproximação, mesmo que virtual, ajuda a manter os diálogos e a diminuir a saudade”, aconselha o doutor.

Informações: Pró-Vida

× Fale com o Infosul