Reclamações envolvendo Empréstimo Consignado não autorizado aumentam

infosul
Imagem: reprodução

O número de reclamações envolvendo empréstimo consignado têm chamado a atenção do Procon de Tubarão. A maioria dos casos são de segurados que não autorizaram os descontos referentes a estes supostos empréstimos, e por isso o Procon pode intervir.

O alerta é para que as pessoas tomem cuidado e desconfiem de todo contato convidando para contrair empréstimo consignado. Deve-se evitar passar dados pessoais ou documentos quando recebem uma publicidade por WhatsApp ou ligação telefônica. O correto é tomar a iniciativa e entrar em contato com a instituição financeira (banco).

Aposentados e pensionistas que desconfiam da prática ilegal, devem procurar – imediatamente – o INSS para que a agência faça o bloqueio da margem consignada. Além desta atitude, é de extrema importância registrar a denúncia no Procon, além de um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima.

No entanto, caso você decida por um empréstimo consignado é importante conhecer seus direitos:

- Pesquise a melhor taxa de juros;

- Antes de assinar o contrato, saiba o quanto você vai pagar até o final;

- Leia atentamente o contrato e em caso de dúvida, não assine;

- Não realize contratação de Empréstimo por telefone;

- O valor da prestação deve ser igual ao informado no contrato;

- Em caso de quitação antecipada, exija a redução dos juros;

- Ao contratar um empréstimo, você não é obrigado a aceitar outros produtos ou serviços oferecidos, pois caracteriza venda casada;

- O empréstimo realizado em casa ou por telefone possui o prazo de 07 dias para cancelamento;

- Saiba que não existe pagamento de valor de entrada como garantia para aumentar SCORE;

- Fique atento nos casos de refinanciamento de empréstimo, pois apesar da redução dos juros, a quantidade de parcelas aumenta e a dívida total fica ainda mais cara;

- Em caso de contratação de Empréstimo por Cartão de Crédito, solicite todas as informações, tais como o tipo de modalidade de contratação e os encargos que deverão ser pagos na próxima fatura, de modo que seja evitado o superendividamento.

Em caso de dúvidas, os consumidores podem entrar em contato com o Procon, através do telefone (48) 3621 9818 ou por e-mail: [email protected]

× Fale com o Infosul