A janela fechou; teve quem ficou, mas teve quem foi também

Foto: reprodução

Mudanças Confirmadas

Na semana passada – estreia – a coluna apostou como ficaria o quadro de vereadores na Câmara Municipal de Tubarão, com o fim da janela eleitoral. Modéstia à parte, acertamos todos os lances.

> Licão, deixou o PP e foi para o PL;

> João Fernandes, deixou o PSDB e também foi para o PL;

> Tancredo, deixou o PSDB e migrou para o MDB;

> Chumbinho e Xandão, deixaram o PSDB e ingressaram no PSD;

> Douglas Antunes, também ingressou no PSD;

> Dalton Marcon, já tinha assinado no MDB;

> Cascão, que também deixou o MDB, escolheu retornar para o PP;

Também marcamos gol na composição da bancada

PP = 05 vereadores;

PSDB = Ficará sem vereador;

PSD = 05 vereadores;

MDB = 03 vereadores;

PT = 01 vereador;

CIDADANIA = 01 vereador;

PL = 02 vereadores;

Deixaram os Cargos para Candidatar-se

Como o prazo de desincompatibilização foi mantido, deixaram seus cargos na última sexta-feira, 03: Rita Elisabete, Ângelo Pulita, Maurício da Silva, Paulo Garcia, Alan Machado, Ari Pinheiro, Edson Fogaça, Carlos Zamparetti, Fabiano Modolon, José dos Passos, Nilton de Campos, Dionísio de Quadros.

Base de Governo x Oposição no Legislativo

Partidos de Base: PP, PSD, CIDADANIA → Com 11 vereadores;

Partidos Oposição: MDB e PT → Com 04 vereadores;

Partido que ainda não se posicionou: PL → Com 02 vereadores

PSL e PSC

Esses partidos nos últimos dias de janela partidária também fortaleceram suas nominatas de pré-candidatos a vereadores; e se mantida as 17 cadeiras no legislativo, deverão emplacar 2 cadeiras e 1 cadeira respectivamente no mínimo.

Dizem por ai...

Que por mais que a emenda para baixar o número de 17 para 15 vereadores na cidade azul, já tenha as seis assinaturas necessárias, dificilmente será aprovada...

 Que tem um vereador que deixou o partido do prefeito, mas continuará apoiando e votando com o governo... Será mesmo que ele deixou a base? Será que seu novo partido vai estar na coligação governista? Ou ainda, será que a preocupação é outra?

 Que teve um cara lá do sertão que “aproveitou” até o último dia da troca partidária e na hora ‘h’ sumiu, e quando visto novamente, já estava lá no outro lado da BR. Foi ingrato ou faltou mais valorização do lado de cá? .

 Que as possíveis coligações para a disputa no paço municipal já estão pré-formadas, a pergunta é, na oposição, quem abre mão para quem? Vamos aguardar....

 Que teve partido que não sobreviveu a janela partidária e migrou solidariamente seus poucos pré-candidatos para outros partidos...