Amurel passa de mil mortes causadas pela Covid-19

infosul

Por Joelson Cardoso

A Amurel atingiu mais uma marca simbolicamente trágica na pandemia do novo coronavírus. A região superou as mil vidas perdidas por causa da Covid-19 nesta segunda-feira, 17. Quatro municípios confirmaram o registro de seis novos óbitos em seus boletins diários. Com isso, a região chega a 1.004 mortes em decorrência da doença.

Em Laguna, as vítimas foram um homem, de 77 anos, e uma mulher, de 59. Tubarão confirmou o falecimento de dois idosos, de 78 e 81 anos, nas últimas 72 horas. Gravatal divulgou a morte de uma mulher de 67 anos. Já em São Martinho, um idoso de 94 anos também não resistiu às complicações do coronavírus.

O patamar de mil vidas perdidas para a Covid-19 na Amurel foi alcançado pouco mais de 13 meses (408 dias) depois dos primeiros óbitos ocorridos na região, em 4 de abril do ano passado. Em 2021, houve uma aceleração no número de mortes causadas pela doença.

Para ter uma ideia, os primeiros 500 óbitos foram registrados ao longo de 10 meses (317 dias). Essa marca foi atingida em 15 de fevereiro deste ano. As outras 500 mortes foram registradas em apenas três meses (91 dias). Março e abril deste ano foram os mais fatais para os moradores da região. Juntos, os dois meses concentram 42,6% das mortes registradas durante toda a pandemia até aqui.

Tubarão (362), Laguna (126) e Imbituba (99) são os municípios que mais perderam seus moradores para a doença na região. Já as cidades de Santa Rosa de Lima (6), Treze de Maio (9), Grão-Pará (10) e Rio Fortuna (10) possuem os menores números de mortes.

× Fale com o Infosul