Após escândalo, vereador Douglas Antunes (MDB) retorna às atividades na Câmara

Foto: reprodução

O vereador Douglas Antunes (MDB), retornou às atividades na Câmara de Vereadores de Tubarão ontem, 14, após ter ficado 30 dias afastado das atividades legislativas. O parlamentar pediu o afastamento após ter o seu nome envolvido em um esquema de fraudes de diplomas de graduação do Grupo Educacional DMA, desta vez com alunos do curso de Pedagogia. Douglas já foi o proprietário da instituição, mas hoje, o grupo pertence à família dele.

Com o escândalo, alguns membros do MDB pediram que ele fosse expulso do partido. A comissão de ética da sigla está avaliando o caso. O político afirma não ter recebido nenhuma notificação até o momento e garante não possuir segredos.

Ele também lamenta que as informações a respeito do Grupo Educacional DMA prejudiquem ele como pessoa física ou enquanto vereador, visto que o ocorrido nada interfere na sua conduta como parlamentar.

Questionado sobre uma possível afirmativa de expulsão do partido, Douglas se limitou em dizer que tem recebido muita solidariedade no meio político, mas que é necessário aguardar. Segundo ele, não há mágoas.

Relembre: o primeiro caso de fraude do Grupo Educacional DMA, foi registrado em 2017, com alunos do curso de Educação Física. A Polícia Civil de Tubarão segue com as investigações.