Após pressão dos empresários, prefeitos recuam nas decisões restritivas

Foto: reprodução/Rádio Cidade

Apenas dois dias após a divulgação das novas medidas restritivas no combate ao novo coronavírus, os prefeitos dos 18 municípios da Amurel decidiram voltar atrás e acatar parcialmente as recomendações do Comitê Extraordinário Regional de Saúde. A decisão foi tomada através de conversas por aplicativo de mensagens.

Em reunião remota na última quinta-feira, 09, os prefeitos ouviram o Comitê Regional de Saúde e acataram todas as recomendações. Entre elas, o fechamento do comércio de rua, shoppings, bares e restaurantes aos sábados, domingos e feriados. Ainda, o funcionamento dos restaurantes, lanchonetes, pizzarias e churrascarias foram limitados até às 20 horas. Bares, pubs, lojas de conveniência e similares poderiam exercer suas atividades até às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

Segundo o Informativo de Atualização da Avaliação de Risco Potencial do Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) do Governo do Estado, datado do dia 07 de julho, a região lagunar foi reclassificada com nível gravíssimo de risco para a Covid-19. Uma série de recomendações como a instalação de barreiras sanitárias e a suspensão de atividades que promovam maior risco de contágio foram sugeridas.

Neste sábado, 11, o Comitê se reuniu novamente – de forma remota – e reforçou as orientações. Os prefeitos, entretanto, através de conversas via aplicativo de mensagens, optaram por ceder à pressão dos empresários, e decidiram acatar parcialmente as recomendações. De acordo com o prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Júnior, uma Assembleia Extraordinária será convocada para este domingo, 12, onde as novas medidas serão deliberadas e passarão a vigorar em todos os municípios a partir de segunda-feira, 13.

Os restaurantes, lanchonetes, pizzarias e churrascarias vão poder manter o horário de atendimento até às 22 horas, conforme o decreto anterior; após esse horário será permitido o delivery e a retirada no balcão. O comércio de rua também poderá exercer suas atividades como antes, abrindo aos sábados até o meio-dia. Entretanto, o tradicional ‘Dia D’ continua vetado. O funcionamento de bares, pubs, conveniência e similares, ao que indica, poderá funcionar até às 20 horas, com possibilidade de delivery e retirada no balcão.