Astrofísico João Evangelista Steiner morre de mal súbito

Foto: reprodução

Natural de São Martinho, o Brasil e o mundo se despediram nesta sexta-feira, 11, de um dos nomes mais importantes para a ciência, o astrofísico João Evangelista Steiner. Aos 23 anos, Steiner conquistou o primeiro diploma universitário. Ele formou-se em Física na Universidade de São Paulo (USP), onde, dois anos depois obteve mestrado em Astronomia, e doutorado na mesma área, no fim da década de 70. Logo em seguida, realizou sua pesquisa de pós-doutorado no Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, nos Estados Unidos.

O astrofísico também era membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Mundial de Ciências para o Avanço dos Países em Desenvolvimento. Em 2001 foi condecorado com a Ordem do Rio Branco, Grau de Comendador, concedida pelo Ministério das Relações Exteriores. Além desta, em 2010 teve o reconhecimento do Ministério da Ciência e Tecnologia com a Grã-Cruz, da Ordem Nacional do Mérito Científico.

João Steiner faleceu na quinta-feira, 10, em razão de um mal súbito.