Avanço de água salgada faz Tubarão decretar situação de emergência

Foto: reprodução/PMT

A Prefeitura de Tubarão decretou situação de emergência nesta quarta-feira, 22, devido ao avanço de água salina no Rio Tubarão em direção à área de captação. Segundo o comunicado do município, o avanço da água salubre é reflexo da influência da maré e também do período de seca na região.

De acordo com o diretor da Tubarão Saneamento, Marcelo Matos, o rio tem, inclusive, apresentado alto percentual de água salobra, sendo que tal característica está diferente do normal, associada à pequena quantidade de chuvas que as áreas de nascente do rio receberam nos últimos meses. “A região está sofrendo com um volume baixo de chuvas, principalmente na região da serra, parte alta da bacia hidrográfica do rio Tubarão. Este volume menor de água doce acaba permitindo que a cunha salina avance, chegando ao nosso município”, ressalta.

Como forma de impedir o avanço da água salgada, a empresa sugeriu o prolongamento da barreira construída para os caminhões durante a construção da passarela em frente à Unisul. A proposta já foi encaminha aos órgãos ambientais e está sendo analisada.

Entretanto, a concessionária reforça que a água tratada, distribuída à população tubaronense, continua dentro dos parâmetros de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde.

“Não temos previsões animadoras de chuvas para os próximos dois meses, então peço a todos que evitem o desperdício. Só não vamos economizar na higienização das mãos para manter a precaução quanto a pandemia do novo coronavírus. Além disso, vamos adotar o uso racional enquanto persistir essa estiagem”, destacou o prefeito Joares Ponticelli.