Bandidos ateiam fogo na entrada do Morro do Formigão, em Tubarão, para impedir acesso a Criciúma durante assalto a banco

infosul
Foto: reprodução

Bandidos atearam fogo na entrada do túnel do Morro do Formigão, em Tubarão, para impedir o acesso à Criciúma durante a madrugada desta terça-feira, dia 1. A cidade carbonífera foi alvo de um grande assalto, onde os criminosos detinham armamento pesado, com diversos calibres, além de explosivos. O crime está repercutindo em todo o país e, inclusive, fora dele, com publicação no The New York Times.

Um grupo de pelo menos seis trabalhadores que prestavam serviços para a Diretoria de Trânsito e Transportes na pintura de faixas de pedestres foram tomados reféns dos criminosos. Em uma das imagens, eles estão sentados no asfalto, nos arredores das ruas São José e João Pessoa, a poucos metros da agência Banco do Brasil, saqueada durante a ação.

Duas pessoas ficaram feridas durante a troca de tiros, um deles um policial militar. Ele passou por cirurgia e, de acordo com a assessoria de imprensa da PM, o quadro de saúde do agente ainda inspira cuidados. Relatos apontam que os disparos cessaram por volta das 2 horas. Quatro homens foram presos com malotes de dinheiro e estão sendo investigados. Eles afirmam não ter envolvimento com o crime. A polícia suspeita que eles se aproveitaram da situação, recolhendo cédulas que se espalharam pelo chão após a explosão dos caixas eletrônicos. Com eles, R$ 810 mil foram apreendidos.

Os prejuízos ainda não foram mensurados. Dezenas de vitrines do comércio local foram alvejadas, bem como o prédio do 9º Batalhão de Polícia Militar de Criciúma, onde além de tiros, um veículo foi incendiado. Para combater os bandidos, equipes de segurança de cidades vizinhas foram acionadas. Não há estimativa de quantos bandidos atuaram no crime. Eles fugiram em comboio com um valor em dinheiro ainda não calculado. A suspeita é que o grupo organizado não seja da cidade. O esquadrão antibombas foi acionado para verificar a suspeita de uma bomba que pode estar em um veículo Fiat Mobi, estacionado próximo da agência bancária. Pelo menos 30 quilos de explosivos foram deixados para trás e 10 carros usados no assalto foram apreendidos.

Em nota, a PM afirmou que uma força-tarefa busca o esclarecimento do crime. "As policias Civil, Rodoviária Federal e Federal, estão atuando também na busca por informações que leve a captura dos criminosos. Todas as equipes de Inteligência das Forças de Segurança Pública também estão atuando em conjunto".

Eram 3h30 da madrugada quando o prefeito do município, Clésio Salváro, participou do programa Plantão GloboNews e falou pela primeira vez sobre o ocorrido. Ele pediu que todos permanecessem em segurança, em casa, e disse também que o fato foi "extremamente perigoso".

× Fale com o Infosul