#boxZero01: Exercício Físico: aproximação com a saúde

Foto: Divulgação

A partir deste ano de 2020, você encontrará nesta coluna de esportes, além dos assuntos cotidianos, informações sobre exercício físico. As publicações vão acontecer a cada quinze dias e ficarão a cargo de profissionais do Centro de Treinamento Box Zero. Para dar o pontapé inicial nessa jornada, Ronan Oliveira Gonçalves, profissional de Educação Física, escolheu o tema relacionado a busca pela saúde através da atividade física. Uma ótima leitura!
________________

A saúde é um bem precioso que todos queremos manter. Viver com saúde é conquistar e ter uma boa qualidade de vida. Haja vista o conceito abrangente de saúde que não é apenas a ausência de doença, mas também a conquista de outros bens necessários à vida, geralmente nos defrontamos com situações que representam a perda da mesma.

Uma de nossas lutas mais constantes é manter a saúde e recuperar a saúde quando a perdemos.

Já foi visto que o exercício físico é utilizado em diferentes situações como diagnóstico, tratamento, e prevenção de doenças que são favorecidas pelo estilo de vida advindo das exigências gerada na cultura do novo milênio. Sabendo a importância da saúde em nossas vidas e a função comprovada do exercício físico na manutenção da mesma, percebemos a intrínseca relação na aplicação e uso do exercício físico como hábito de vida.

Mesmo com todo apelo da mídia no combate ao sedentarismo, com as diversas possibilidades de prática de exercícios, pagos ou gratuitos, para todos os gostos e classes sociais, vemos os índices de inatividade física aumentar a cada ano que passa. Dados atuais da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2018) apontam que quase 45% dos brasileiros adultos não praticam sequer os 150 minutos de atividade física semanal, recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para uma vida mais saudável.

É importante ressalvar que o exercício físico não faz milagres, mas tem sido de suma importância na recuperação e manutenção da saúde, pois raramente encontramos alguém que não precisou ou utilizou o exercício físico em uma das três situações citadas anteriormente: diagnóstico, tratamento ou prevenção.

Um estudo publicado em 2019, no Jornal do Colégio Americano de Cardiologia indicou que, com apenas de 20 a 40 minutos por dia de alguma atividade física constante, é possível eliminar a maioria dos riscos de saúde e reduzir até 64% de chance do risco de morte por doença cardiovascular.

Nunca é tarde pra começar/recomeçar, e fecho este artigo, adaptando uma frase de James Fixx, um jornalista americano sedentário até 35 anos de idade, que na década de 70, tornou-se conhecido internacionalmente por popularizar a corrida e demonstrar os benefícios da prática regular através de seu livro “O Guia Completo da Corrida” (“The Complete Book of Running”, na versão original), um dos livros mais procurados até hoje, quando o assunto é Corridas de rua.

Não se preocupe com quantos anos o exercício físico vai aumentar em sua vida, mas com o quanto de vida ele vai aumentar em seus anos.

Texto: Ronan Oliveira Gonçalves
@boxzeroct