Braço do Norte: após enterrar criança recém-nascida, mulher procura atendimento médico

Foto: reprodução

Uma mulher de 21 anos, moradora do bairro Vila Nova, em Braço do Norte, procurou o Hospital Santa Teresinha, neste domingo, 30, com sangramento e outros sinais típicos de parto. No entanto, a gestante não estava mais com a criança no ventre.

Imediatamente a direção do hospital acionou a polícia, que foi até a residência da mulher com intuito de – talvez – encontrar o bebê com vida. Ao chegar no local, os agentes avistaram um canteiro e, ao mexer na terra, encontraram a criança (um menino) enterrada.

O Instituto Médico Legal (IML) juntamente com o Instituto Geral de Perícias (IGP) também foram acionados e compareceram até o local onde o corpo da criança foi encontrado.

O caso será investigado. Exames periciais deverão apontar as circunstâncias da morte, como a hora, local, envolvidos e até mesmo se a criança chegou a nascer com vida. A mulher permanece internada no Santa Teresinha.

Extraoficial

Segundo informações repassadas por leitores ao Portal Infosul, na última quinta-feira, 27, a mesma mulher compareceu ao Hospital Santa Teresinha para uma consulta médica. Na ocasião, ela estava na 32ª semana de gestação e foi liberada.

Um vizinho da mulher teria relatado aos policiais, inclusive, que ela havia pedido uma inchada emprestada entre quinta-feira e sábado, com a justificativa de que iria fazer uma horta.