Câmara de Tubarão derruba decreto que rejeitava contas de 2014

Foto: Blog Matheus Madeira

Após ter sido devolvido pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC), a Câmara de Vereadores de Tubarão deu continuidade à votação do projeto de decreto legislativo nº 19/2018 que dispõe sobre a deliberação das contas do exercício de 2014 da Prefeitura Municipal de Tubarão, quando a cidade era gerida por Olávio Falchetti (PT), onde o então presidente da casa Felippe Luiz Collaço (PP), no dia 02 de maio de 2018 rejeita as contas apresentadas pela antiga gestão.

Em agosto de 2018 a Câmara chegou a realizar uma votação para a derrubada do então decreto, mas depois de muito tumulto no plenário os vereadores decidiram reencaminhar o texto ao TCE-SC, que já havia recomendado aos legisladores reprovar as contas.

Por solicitação do vereador Alexandre Moraes (PSD) a votação foi nominal. Assim, os legisladores optaram por derrubar o decreto que rejeitava as contas municipais de 2014.

Na tribuna, o vereador Paulo Henrique Lúcio (PT), agradeceu os demais vereadores pela rejeição do decreto. Segundo ele, embora o Tribunal de Contas do Estado indicasse a reprovação das contas, eram detalhes que não insidiam na administração e que, a própria história de Olávio Falchetti é uma prova da honestidade e competência do ex-prefeito.