Capivari de Baixo recebe projeto da Celesc que beneficia famílias de baixa renda

infosul
Foto: reprodução

O Projeto Sou Legal, Tô Ligado, que substitui eletrodomésticos como chuveiros e lâmpadas que consomem mais energia, por aparelhos mais novos e econômicos, chega a Capivari de Baixo para beneficiar 200 famílias de baixa renda. No Sul do estado, ao todo, serão destinados aproximadamente R$ 8,7 milhões no desenvolvimento do projeto, que já atendeu consumidores de Laguna, Tubarão, Pescaria Brava e Imaruí.

Os novos refrigeradores destinados para a troca dos aparelhos antigos já foram entregues nas etapas anteriores do projeto, porém, os clientes cadastrados que possuírem refrigeradores muito antigos irão compor uma base de dados e poderão ser contemplados em iniciativas futuras.

"Nossa expectativa é gerar uma economia aproximada de 4 GWh no consumo de energia elétrica em um ano, o equivalente ao consumo médio de 20 mil unidades residenciais durante um mês em Santa Catarina", afirma Bruno Clasen, gerente do projeto. Os chuveiros, as lâmpadas e os refrigeradores recolhidos das residências são descartados de forma ecologicamente correta, por empresa especializada, apta e autorizada pelos órgãos governamentais.

Sobre o "Sou Legal, Tô Ligado"

O projeto Sou Legal, Tô Ligado, realizado desde 2009, está em sua 3ª edição e atende cerca de 14 mil famílias em 40 municípios na área de concessão da Celesc. Por meio dele, a Celesc divulga, em parceria com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e com as prefeituras municipais, informações sobre o uso racional e seguro de energia entre os municípios contemplados.

Para participar, o consumidor precisa atender a critérios técnicos definidos pela Celesc e ser morador de uma das comunidades de baixa renda, identificadas pelo Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e estar em dia com o pagamento das faturas de energia.

× Fale com o Infosul