Covid-19: com mais de quatro mil pessoas com o vírus ativo, Amurel chega a 29,8 mil casos confirmados e 291 mortes

infosul
Foto: reprodução

Por Joelson Cardoso

Em um novo recorde de casos ativos em menos de uma semana, a Amurel possui 4.059 pacientes com coronavirus em tratamento, a grande maioria em isolamento domiciliar. Pela primeira vez, a região atinge o patamar de quatro mil infectados ativos. Os dados são dos boletins divulgados pelas Secretarias de Saúde nesta quinta-feira, 3.

Há pelo menos 127 moradores da região hospitalizados, sendo que 45 deles estão internados em UTIs. Esse levantamento foi feito pelo Portal Infosul com base nos boletins dos municípios que divulgam esses dados e no balanço fornecido pela Fundação Municipal de Saúde de Tubarão, que detalha a situação dos hospitais do município.

Ao todo, a Amurel possui 29.808 casos confirmados da doença, sendo que 85,4% deles já estão curados. O número de óbitos causados pela Covid-19 na região chega a 291. Nesta quinta foram registradas mais três mortes causadas por complicações da Covid-19.

Em Tubarão, um homem de 52 anos foi a 124ª vítima da doença no município. Trata-se do sargento da Polícia Militar Paulo Paes Gomes, que foi candidato a vereador em Tubarão pelo PP nas eleições deste ano.

Em Pedras Grandes, uma moradora de 91 anos faleceu no Hospital São Sebastião de Treze de Maio, onde estava internada. Ela possuía comorbidades, segundo divulgou a Secretaria Municipal de Saúde.

Pescaria Brava também informou um novo óbito no boletim divulgado pelo município, mas não deu mais informações sobre o caso.

A região segue classificada em nível “gravíssimo” no mapa de risco divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde na quarta-feira, 2.

Toque de recolher e outras medidas

O Governo do Estado deve publicar nesta sexta-feira, 4, um decreto com novas medidas restritivas para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19 em Santa Catarina. As medidas valerão para todo o Estado por um período de 15 dias a partir da edição do decreto.

Entre as medidas, será implantando toque de recolher durante a madrugada; a obrigatoriedade do uso da máscara em todos os ambientes, com exceção dos espaços domiciliares; e manutenção do transporte coletivo, desde que seja respeitada uma ocupação máxima de 70% da capacidade dos ônibus.

Em relação ao comércio, prefeitos e Governo do Estado deliberaram pela possibilidade de ampliação dos horários de atendimento no fim de ano, para não promover aglomerações. Na parte da noite, os estabelecimentos deverão fechar as portas até às 23h, com a possibilidade de atender os clientes que já se encontrarem no recinto até meia-noite.

× Fale com o Infosul