Coronavírus: comércio de Tubarão estima prejuízo de mais de R$ 150 milhões

Foto: reprodução

Ainda que o Governo do Estado de Santa Catarina libere as atividades do comércio varejista a partir da próxima quarta-feira, 08, quando o decreto com medidas restritivas no combate ao novo coronavírus expira, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Tubarão estima um prejuízo deve ultrapassar os R$ 150 milhões. O comércio está com as portas fechadas desde o último dia 18 de março.

Segundo o presidente da entidade, Rafael Silvério, “Ainda não temos um número fechado, mas sem dúvidas o valor não deve baixar de R$ 150 milhões; são quase três semanas sem qualquer venda”, destaca.

O comércio de Tubarão é a principal atividade econômica da Cidade Azul. Ao todo, são 5.700 empresas de varejo instaladas no município; 800 delas são associadas à CDL.

Para recuperar ou amenizar os impactos das ações de combate ao novo coronavírus, a CDL está preparando uma campanha de valorização do comércio local, que deve ser apresentada ao público em geral ainda nesta semana.