Covid-19: intervalo para dose de reforço em idosos diminui para cinco meses

Foto: reprodução

Com o avanço da imunização com a segunda dose da vacina contra a Covid-19, torna-se necessária também, a aplicação das doses de reforço, a fim de prolongar a proteção contra o vírus, garantindo que o cidadão esteja cada vez mais seguro.

Em Tubarão, o prazo para recebimento da dose de reforço para os idosos foi alterado, passando a ser de cinco meses após o esquema vacinal de duas doses estar completado, e não mais seis meses, como anteriormente.

Para as pessoas que possuem imunossupressão, o agendamento para a dose de reforço continua de 28 dias após as duas doses e, para trabalhadores da saúde, o prazo continua de seis meses.

Para receber o imunizante, basta comparecer a uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) que possuem salas de vacina (clique aqui), perante agendamento prévio, na sala central da Policlínica das 08 às 21 horas, ou no Centro de Vacinação da Arena Multiuso, das 09 às 19 horas.

Brasileiros poderão receber segunda dose em intervalo de tempo menor

Agora, o intervalo entre as doses da vacina para os brasileiros que possuem viagens marcadas para o exterior diminuiu, e o espaço de tempo entre uma dose e outra do laboratório Pfizer passa a ser de no mínimo 21 dias, e 28 dias para as vacinas da AstraZeneca.

Levando em conta que nem todos os países aceitam a vacina do laboratório CoronaVac/Butantan, foi autorizada também a aplicação de uma terceira dose de outro imunizante, o qual seja aceito pelo país de destino, para as pessoas que receberam a aplicação desta vacina. Neste caso, o intervalo mínimo entre o esquema vacinal completo e a terceira dose de outro laboratório é de 28 dias.

Clique Aqui e siga o perfil do Portal Infosul no Instagram.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs