De virada e com gol nos acréscimos, Hercílio Luz vence o Joinville e avança às quartas do Catarinense

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: Patrícia Amorim | Hercílio Luz Foto: Patrícia Amorim | Hercílio Luz

Histórico e com emoção, literalmente, até o últimos minutos da partida. Foi assim que o Hercílio Luz garantiu a permanência na elite do futebol catarinense e conquistou a classificação para as quartas de final ao vencer o Joinville por 4 a 3, na noite desta quarta-feira (21), no Aníbal Torres Costa. Com gols de Renato Soares, Luizão, Levi e PH, aos 48 da segunda etapa, o Leão do Sul conseguiu a permanência na elite do Catarinense em 2022 e a classificação heroica, já que Concórdia e Figueirense tropeçaram na última rodada da fase classificatória.

Classificado em oitavo, o Hercílio Luz encara a líder Chapecoense nas quartas de final do Campeonato Catarinense. Serão duas partidas. A primeira será neste domingo (25), às 16 horas, no Aníbal Torres Costa, em Tubarão. A partida decisiva está marcada à princípio para quarta-feira (28), na Arena Condá, em Chapecó. O horário ainda será definido pela FCF.

A equipe comandada pelo técnico Tom esteve duas vezes atrás do marcador. Logo no início da partida, um balde de água fria parecia dar fim ao sonho do Hercílio Luz na primeira divisão. Com apenas 10 minutos de partida, o JEC já tinha dois gols de vantagem no placar. A reação do Hercílio começou ainda na primeira etapa, quando Renato Soares não desperdiçou a sobra do escanteio na grande área. Entre os 27 e 37 minutos, a partida ficou paralisada. Após uma falta cometida pelo equipe colorada no campo defensivo do Joinville, Helerson demorou para repor a bola em jogo, os jogadores do Leão reclamaram e o lateral-esquerdo da equipe do norte acabou recebendo o cartão vermelho. Os jogadores cercaram o árbitro para questionar a expulsão, enquanto o camisa 43 do JEC se recusava à deixar o campo. Chamada pelo árbitro Fernando Henrique de Medeiros Miranda, a Polícia Militar (PM) chegou à entrar no gramado, mas Helerson foi convencido pelos companheiros a deixar o gramado.

Mesmo com um a menos, o Hercílio Luz continuou pressionando no campo de ataque e achou o gol. Aos 52 - foram 8 minutos de acréscimo -, Rafael Rosa levantou bola na área na cobrança de falta e no bate-rebate Luizão mandou pro fundo das redes, marcou o primeiro gol dele na competição e deixou tudo igual no placar. Na comemoração, o camisa 9 tirou a camisa, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Luizão havia recebido cartão amarelo um pouco depois do retorno da partida após a confusão entre os jogadores. As duas equipes foram para o intervalo com igualdade númerica, tanto no placar quanto no número de jogadores em campo.

Luizão tira a camisa após marcar o primeiro gol dele pelo Hercílio. Ele acabou expulso pelo segundo amarelo.
Foto: Patrícia Amorim | HLFC

Na volta do segundo tempo, o Joinville voltou a ficar à frente do placar. Thiago Santos recebeu na direita, bateu cruzado e anotou o segundo gol do JEC na partida. O camisa 90 do JEC ainda acertou uma bola na trave logo em seguida, assustando o goleiro Otávio. O Hercílio continuou insistindo, reclamou de pênalti após jogada de Levi, aos 17 minutos, mas o árbitro mandou seguir. Aos 20, saiu o gol de empate. Após troca de passes no meio campo, Lucas Silva foi acionado na direita e cruzou nos pés de Levi, livre de marcação, que só teve o trabalho de dominar e mandar pro fundo das redes.

Levi comemora o gol que empatou a partida.
Foto: Patrícia Amorim | HLFC

O jogo ficou morno após as substituições e voltou a esquentar aos 32 minutos, com mais uma expulsão no Hercílio. O zagueiro Rodolfo Mol recebeu o cartão vermelho após entrada dura em Davi Lopes na tentativa de evitar o contra-ataque do Joinville. Aos 36, um gol em um outro estádio no sul catarinense, encaminhava a permanência do Leão do Sul na elite e o rebaixamento do Criciúma para a segunda divisão. O jogo parecia se encaminhar para um empate, mas aos 46, uma substituição deu um novo capítulo à partida, a cereja do bolo. Tom sacou Wellington para a entrada de PH. Aos 48, o iluminado Paulo Henrique, o PH, recebeu nas costas da marcação, invadiu a grande área e acertou um lindo chute na gaveta. A dois minutos do fim da partida e com as partidas de Concórdia Figueirense, o gol marcado pelo camisa 18 era o gol que selava de vez a vaga na primeira divisão e que garantia a classificação da equipe colorada para as quartas de final. Logo após a comemoração do gol, o árbitrou apontou o centro de campo e encerrou a partida. Festa dos jogadores e dirigentes e fogos de artíficio na cidade para celebrar o feito conquistado de forma heróica.

Jogadores comemoram a classificação após o apito final.
Foto: Patrícia Amorim | HLFC

FICHA TÉCNICA - HERCÍLIO LUZ 4x3 JOINVILLE

Catarinense Série A 2021 - 11ª rodada

Estádio: Aníbal Costa - Tubarão (SC)
Data e hora: 21/04/2021 - 21h30
Árbitro: Fernando Henrique de Medeiros Miranda
Assistentes: Kléber Lúcio Gil e Éder Alexandre
Público/renda: jogo com portões fechados
Cartões amarelos: Renato Soares (HER), Geovani (JEC), Helerson (JEC), Luizão (HER) e Fernando (JEC)
Cartões vermelhos: Helerson (JEC), Luizão (HER) e Rodolfo Mol (HER)

GOLS DA PARTIDA: Helerson (JEC) - 05'/1T, Diego (JEC) - 10'/1T, Renato Soares (HER) - 19'/1T, Luizão (HER) - 53'/1T, Thiago Santos (JEC) - 05'/2T, Levi (HER) - 21'/2T e PH (HER) - 48'/2T

HERCÍLIO LUZ: Otávio, Lucas Silva (Garraty), Negretti, Rodolfo Mol e Rafael Rosa; Jhonata, Renato Soares (Marlon) e Renato Henrique; Wellington (PH), Luizão e Levi (Eduardo Meurer). Técnico: Tom

JOINVILLE: Fabian Volpi, Edson Ratinho, Fernando, Geovani e Helerson; Naldo, Davi Lopes (Alex Nagib), Diego (Banguelê) e Yann Rolim (Douglas Packer); Thiago Santos (Alison) e Paulo Victor (Yaya Banhoro). Técnico: Vinícius Eutrópio

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul