Derrotado, Cristiano Ferreira diz que deixará presidência do MDB e se dedicará aos pacientes

infosul
Foto: reprodução

O médico cardiologista e candidato a prefeito derrotado na eleição do último dia 15 de novembro, em Tubarão, Cristiano Ferreira, disse, em entrevista ao EXTRA.SC, que entregará uma carta de renúncia à presidência do MDB nos próximos dias.

De acordo com o cardiologista, sua missão será cuidar de seus pacientes. “No momento, meus pacientes precisam do cardiologista e não do político. Sou muito grato aos 10.898 sinceros votos de confiança que recebi, mas a vontade popular decidiu pelo meu livramento”, disse.

Cristiano Ferreira concorreu à prefeitura tubaronense pelo MDB em 2020, e teve como resultado a maior derrota de toda a história da sigla na Cidade Azul. Durante sua campanha, diversas polêmicas envolvendo o seu nome nortearam a caminhada ao Executivo Municipal.

Além de supostamente ter sido o pivô para a renúncia do então presidente interino do MDB, Charles Conceição, em 3 de novembro, o médico também foi denunciado por ter cometido, segundo a coligação “O Trabalho tem que Continuar”, possíveis crimes eleitoral e de homofobia.

× Fale com o Infosul