Desassoreamento de rio ajuda na sobrevivência dos peixes e contribui com o abastecimento durante estiagem

Foto: reprodução/PMSL

O desassoreamento que a Prefeitura de São Ludgero vem realizando no rio Braço do Norte – trecho que lhe pertence – com a retirada de seixo para aprofundamento da calha do rio e aproveitamento do bota-fora para reduzir os custos na realização de pavimentações, está contribuindo com a preservação e sobrevivência dos peixes do rio.

A constatação foi relatada nos relatórios de monitoramento do engenheiro sanitarista Alexandre Martins da Silva, que integra a equipe técnica da Amurel. Foram visitados os locais que já foram realizadas as retiradas de seixo e que se transformaram em grandes bolsões de água.

Samae alerta para uso consciente de água

A cidade utiliza captações de água oriundas de mananciais menores que, diante da estiagem de vários meses, também estão chegando ao estado crítico. Nas comunidades do interior, muitas nascentes já secaram. A Samae, empresa responsável pelo abastecimento de água na cidade, vem alertando os consumidores para o uso consciente da água.

“A previsão é que o ano de 2020 será de pouca chuva e necessitamos de uma mudança de comportamento por parte de muitas pessoas. O pedido é para que todos utilizem somente o necessário e não esbanjem. Se a estiagem prevalecer como está prevista e o consumo exagerado continuar a situação se complicará ainda mais”, informa Judite Peters Schurohff, diretora da Samae.