Economia do duodécimo da Câmara de Capivari de Baixo pode ser destinada a instituições

Foto: reprodução

Mais uma vez o duodécimo entra em discussão na Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo. Agora, o presidente da casa legislativa, o vereador Thiago Viana (PP), apresentou um requerimento onde pede ao Poder Executivo que o montante economizado pela casa seja repassado a projetos sociais.

Neste ano de 2019, a Prefeitura de Capivari de Baixo repassou mais de R$ 3,3 milhões ao legislativo. Segundo a assessoria do parlamentar, cerca de R$ 300 mil serão economizados até o fim do ano.

As instituições indicadas para receber as economias são o Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente – CEACA, R$ 80 mil; a APAE, R$ 50 mil; e a Polícia Militar, 80 mil.

Como justificativa, o edil afirma que se o requerimento for acatado pelo executivo, poderão ser realizados investimentos na área da segurança, na implementação de uma cédula de agência de inteligência na Polícia Militar do município, bem como, a sede do CEACA e da APAE poderão ser revitalizadas e ampliadas. "O objetivo é ser pontual e assertivo com o destino dessa verba este ano. " destaca Thiago.

A reportagem do Portal Infosul entrou em contato com a assessoria do Prefeito de Capivari de Baixo, Nivaldo de Souza (PSB), para comentar o assunto. Na resposta, foi informado que “Se os recursos do duodécimo vierem para compor os convênios já aprovados o prefeito aceitará. Se forem para projetos novos destas três entidades, não. Pois não foram aprovados no orçamento eventuais recursos para novos projetos nestas entidades”, enfatiza o comunicado.

Ainda segundo a assessoria do executivo, “Na semana passada foram aprovados convênios em que o Executivo prevê o repasse de R$ 740 mil para o Ceaca, R$ 200 mil pra Apae e R$ 60 mil para a Polícia Militar, para rádio patrulha”.