Em nove meses, quase duas mil empresas já fecharam as portas na Amurel

Foto: reprodução

Entre janeiro e setembro de 2020, ao menos 1.943 empresas fecharam as portas na região. Segundo dados da Junta Comercial do Estado de Santa Catarina (Jucesc), fornecidos ao Portal Infosul, todos os municípios registraram baixa. Tubarão, por exemplo, foi o que mais extinguiu CNPJs, 633.

Para o presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendimentos Individuais de Tubarão (AMPE), Luiz Henrique Dalmolin, muitas dessas empresas não estavam preparadas para uma crise. “A pandemia fez um ajuste. Muitas realmente fecharam, outras trocaram de local porque estavam com problemas de caixa; resolveram mudar todo o sistema de análise para continuar atuando no mercado”, afirma.

Muitas dessas extinções são CNPJs MEIs, isto é, Microempreendedores Individuais. No entanto, o especialista destaca que os empresários – individuais, pequenos ou grandes – precisam se preparar financeiramente. “A preocupação é que se tiver uma segunda onda de Covid-19 – que provavelmente ocorrerá, esse número aumente. Então, pedimos que as pessoas comprem no mercado local, para que nossos empresários consigam fazer algum tipo de caixa, e tenhamos um resultado positivo. Depois, devemos trabalhar nas empresas que ficaram, com um olhar diferenciado para a manutenção do comércio regional”, disse.

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o número de empresas fechadas em 2020 é 4,47% inferior. Confira na tabela o número de empresas extintas na região em 2019 e 2020, segundo a Jucesc.

SALDO DE NOVAS EMPRESAS É POSITIVO

Se a crise de Covid-19 afetou e culminou no fechamento de centenas de empresas, muitos enxergaram uma oportunidade para empreender. Dos 43.082 empreendimentos ativos na região, 5.582 foram criados entre janeiro e setembro de 2020. O resultado é 8,1% maior que o registrado no mesmo período em 2019, onde os 18 municípios somaram 5.163 novas empresas.

O que chama a atenção é que o mesmo município que mais registrou extinções é também o que mais abriu novos negócios. Nos primeiros nove meses do ano, 1.948 empresas foram constituídas em Tubarão.