Em ‘teste’ desde 2018, estacionamento rotativo de Laguna será suspenso

infosul
Foto: reprodução | Agora Laguna

O estacionamento rotativo de Laguna será suspenso. Uma nova modalidade de exploração do serviço está sendo estudada pela Administração Municipal. Atualmente, as vagas são oferecidas gratuitamente, com prazo máximo de duas horas de permanência. O condutor só é autuado quando não respeita o tempo limite estabelecido.

A Secretaria de Governo e Desenvolvimento da Cidade Juliana está à frente das tratativas para que haja mudanças na forma de exploração do rotativo, e trabalha com o conceito de que o sistema seja concedido diretamente à iniciativa privada, sem qualquer entidade intermediária. Ainda assim, conversas com a Apae continuam sendo realizadas. “Da forma como está não fica. O rotativo gratuito não funciona. Acredito que em 20, 30 dias será levantado [suspenso] o rotativo”, afirma o assessor para assuntos de Desenvolvimento Econômico da pasta, Natanael Wisintainer.

Em 2018, quando foi novamente implantado no município, o rotativo ficaria apenas dois meses em atividade, como teste. Mas pouco se discutiu e o serviço permanece. À época, o objetivo da gestão era socializar o espaço público, possibilitando maior rotatividade nas ruas do Centro Histórico, como forma de facilitar a trafegabilidade e rotina dos usuários e incentivar o comércio local.

Durante a Administração anterior, a prefeitura tentou repassar a exploração do serviço à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), como ocorreu em Tubarão, mas não concluiu. Agora, a equipe de Samir Ahmad observa como a justiça analisará a situação da cidade vizinha, que teve o processo de cessão e exploração questionado.

Várias empresas especializadas na prestação de serviços para o funcionamento de um estacionamento rotativo já procuraram a Prefeitura de Laguna. O desejo do município é que o novo sistema funcione com auxílio de monitores, mas com mais autonomia ao usuário. Um aplicativo que indique vagas disponíveis através de mapa também está sendo considerado. Além disso, totens funcionais, que não necessitem da intervenção de terceiros, podem ser instalados pelo Centro Histórico, espalhados em locais estratégicos.

× Fale com o Infosul