Em Tubarão, homem é preso por armazenar pornografia infantil

infosul
Foto: reprodução/ilustrativa

A Polícia Civil deflagrou a operação “Protege” em investigação que apura crimes de pornografia infantil, em Tubarão. Um mandado de busca expedido pela Justiça foi cumprido e uma prisão em flagrante foi realizada nesta sexta-feira, 19.

A investigação apurou que ao longo dos últimos oito meses, em determinado endereço, um homem baixava arquivos de pornografia infantil. O Instituto Geral de Perícias (IGP) acompanhou a Polícia Civil nas buscas e verificou ainda no interior da residência que o suspeito armazenava vídeos de pornografia infantil.

O auto de prisão em flagrante foi lavrado e o suspeito autuado pela prática da conduta prevista no artigo 241-B do ECA. Foi arbitrada fiança no valor de oito salários mínimos, que foi recolhida.

A investigação nos autos do inquérito policial prosseguirá para que seja averiguado se o suspeito praticou também outras condutas criminosas contra crianças e adolescentes, como o compartilhamento dos vídeos ilícitos (artigo 241-A do ECA).

A ação foi da Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DCAMI) e contou com o apoio da Delegacia de Delitos de Trânsito e Divisão de Crimes Ambientais e da Divisão de Combate a Furtos e Roubos, de Tubarão.
× Fale com o Infosul