Em Tubarão, servidores da saúde fazem manifestação pedindo mais valorização

infosul
Foto: reprodução

Servidores da saúde de Tubarão protestaram por melhores salários durante a manhã desta segunda-feira, 5 de abril. As manifestações ocorreram em diversas Unidades Básicas de Saúde e também na Policlínica Central e não prejudicou os atendimentos. “Queremos reajuste salarial e piso salarial. Não necessitamos apenas de aplausos. Necessitamos de respeito, pois somos essenciais”, estava escrito em um dos cartazes.

De acordo com os servidores, eles continuam com o mesmo rendimento salarial do início da pandemia, porém com uma qualidade de vida pior. “Estamos trabalhando incansavelmente desde o primeiro dia de pandemia. Já perdemos colegas de trabalho, familiares e amigos para essa doença e, nem isso fez a gente parar. Sabemos da nossa importância e queremos ser valorizados por isso. Não é justo que não sejamos reconhecidos. Nosso psicológico está abalado e estamos desgastados”, disse uma auxiliar de enfermagem à reportagem do Portal Infosul.

Na última semana, em regime de urgência, a Câmara de Vereadores da Cidade Azul aprovou a criação de uma comissão que será composta por sete membros, com o objetivo de coordenar, monitorar, planejar e fiscalizar as ações e medidas de combate à Covid-19. Todos os integrantes serão nomeados pelo Poder Executivo. O presidente terá remuneração de R$ 2.800, enquanto os demais membro R$ 2.400. Atualmente, o salário médio de um técnico de enfermagem, em Tubarão, é de R$ 1.600. Já o salário médio de um enfermeiro é de R$ 2.150.

Votaram contrários ao projeto os vereadores Jean Abreu (PSD), Ritinha (PSD), Felippe Tessamann (PSC), José Luiz Tancredo (MDB) e Thiago Zaboti (PSL).

PREFEITURA DE TUBARÃO

Em resposta a um portal de notícias, a assessoria da Prefeitura de Tubarão disse ter sabido da insatisfação dos profissionais através das redes sociais. “Não há uma reivindicação oficial por parte dos servidores. Ficamos sabendo através de uma postagem nas redes sociais onde é possível ler alguns cartazes. Estamos aguardando a manifestação dos servidores de forma oficial para conhecer o teor da manifestação”.

× Fale com o Infosul