Empresa deve elaborar alterativas para solucionar acesso à comunidade da Sapolândia

Foto: reprodução | Folha Regional

O Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade, selecionará no dia 10 de agosto a empresa que será responsável pela elaboração de estudos e projeto para a resolução do problema de acesso à comunidade conhecida como Sapolândia, no bairro São Martinho, em Tubarão.

Desde janeiro de 2020, quando a Rodovia Ivane Fretta Moreira foi liberada ao tráfego, os moradores dessa comunidade se sentem isolados. Os motoristas que saem da rodovia e precisam acessar via sentido sul a rua José Alves dos Santos Passos, onde fica a comunidade, não conseguem fazer a conversão à esquerda. E, para quem sai da comunidade e precisa seguir pela SC-370, sentido sul, também sofre o mesmo impasse. Além disso, o transporte público também ficou prejudicado. A linha Gravatal/Tubarão, que antes passava na Sapolândia, agora, não consegue mais ter acesso à comunidade.

A empresa vencedora da licitação terá 60 dias para concluir a elaboração do projeto. O trecho de análise tem 500 metros e o Estado estima um orçamento de até R$ 44,4 mil. A solução mais defendida entre os populares é que seja construída uma rotatória no local.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs