Escambo: Polícia Civil de Capivari de Baixo prende mais um integrante de organização criminosa

A Polícia Civil por intermédio da Delegacia de Capivari de Baixo prendeu, na tarde de ontem, 26, mais um integrante de organização criminosa voltada à prática dos crimes de tráfico de drogas ilícitas, associação para a prática de tráfico de drogas, subtração e adulteração de sinais de veículos automotores, que eram encaminhados ao Mato Grosso do Sul.

Na última quinta-feira, 21, foi deflagrada a operação “ESCAMBO” para cumprimento de 23 mandados de busca e apreensão e 18 de prisão preventiva. Na oportunidade, as forças de segurança da 5ª Delegacia Regional de Polícia, com apoio de outras unidades policiais, lograram êxito em dar cumprimento a 16 mandados de prisão preventiva, restando apenas dois investigados que eram considerados foragidos da justiça.

Após a operação, os policiais da Delegacia de Capivari de Baixo empenharam esforços para localizar e prender os dois últimos remanescentes da organização criminosa.

Na tarde de ontem, o foragido foi localizado e com ele encontrada uma grande quantidade de drogas (maconha e cocaína), balança de precisão, dinheiro e objetos geralmente utilizados para o embalo e comercialização de drogas.

Diante das circunstâncias, foi dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pelo Poder Judiciário da Comarca de Capivari de Baixo, bem como lavrado Auto de prisão em Flagrante delito pela prática do crime de tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Vandilson Moreira da Silva, responsável pelo caso. “A Polícia Civil de Capivari de Baixo certamente retira de circulação um dos indivíduos mais perigosos do extremo sul catarinense” ressalta. Ele ainda destaca que a prisão do investigado representa um duro golpe no crime organizado da Cidade Termelétrica, uma vez que o preso era investigado por ser uma das maiores lideranças de uma facção criminosa, responsável por uma série de crimes violentos ocorridos nos últimos anos nas cidades da região da Amurel.

As Polícia Militar de Capivari de Baixo e Tubarão também participaram da ocorrência, apoiando a unidade investigativa com o seu canil, coordenado pelo Tenente Tadros do Pelotão de Capivari de Baixo.