Fake News: Câmara de Capivari desmente boatos sobre gastos com combustível

infosul
Foto: reprodução

Em 3 meses, a Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo gastou um total de R$ 439,62 em combustível para abastecer o veículo da Casa Legislativa que fica à disposição do presidente e de todas as ações necessárias pela Câmara de Vereadores. A importância equivale a R$ 146,54 gastos com combustível nos meses de janeiro, fevereiro e março.

O valor apresentado no Portal de Transparência de R$ 6.733,50 para combustível em 2021, é uma estimativa global e anual, porém não é necessário usar todo o montante dispensado para este fim. Como se sabe, a Câmara recebe mensalmente um duodécimo da prefeitura de Capivari de Baixo de pouco mais de R$ 300 mil mensais, para pagamento de funcionários, energia elétrica, água, internet e compras.

O montante não utilizado para as despesas da Câmara de Vereadores pode ser devolvido ao Paço Municipal em um determinado período, ou no final do ano legislativo. Todas as compras e despesas com pessoal podem ser vistas pela população no Portal da Transparência da Câmara.

Conforme o presidente da Casa Legislativa, Wanei Fernandes, não há motivos para gastos elevados e desnecessários. “Na Câmara, todos os vereadores e funcionários estão alinhados em cuidar do bem público. Não há necessidade de termos gastos exorbitantes seja com gasolina, ou com qualquer outro bem/material que precisamos utilizar. R$ R$ 6.733,50 mil em combustíveis apenas em janeiro é impensável”, assegura.

Wanei enfatiza que o seu compromisso desde quando assumiu a presidência da Câmara é mostrar que se pode fazer mais gastando menos. “Quero melhorar a prestação de serviço com custo reduzido. A grande prova disso, foi a diminuição de 11 funcionários referente ao ano passado. O corte começou com os cargos e continua com todo o processo legislativo. Estamos no caminho. Fico feliz que a população tem acompanhado o portal, mas muito triste com a difamação que algumas pessoas tentaram construir”, lamenta.

× Fale com o Infosul