Febre Amarela: macaco é encontrado morto e causa da morte está sendo investigada

infosul
Foto: reprodução

Um macaco bugio foi encontrado morto na comunidade de Rio do Meio, em Santa Rosa de Lima, na semana passada. Sempre que a espécie é encontrada morta, pode indicar a presença do mosquito transmissor da febre amarela. Por essa razão, a equipe do setor epidemiológico do município coletou amostras para análise.

“As amostras serão analisadas para se ter a certeza de que a causa da morte foi, ou não, a febre amarela. Este é um procedimento padrão que se faz nessas situações. Assim, em caso positivo, podemos evitar a contaminação das pessoas”, esclarece a secretária municipal de Saúde, Siuzete Vandresen Baumann.

A profissional também esclarece que os macacos não são transmissores da doença, mas sim os mosquitos. “Os bugios não devem ser mortos caso avistados. Além disso ser crime, matar um animal possivelmente doente aumenta ainda mais a probabilidade da doença ser transmitida aos humanos. Pois, se os mosquitos tiverem menos macacos para picarem, procurarão as pessoas”, alerta.

× Fale com o Infosul