Fluminense desembarca em Jaguaruna com a presença de torcedores

Foto: Divulgação

O Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, recebeu na tarde desta segunda-feira (01), o desembarque da delegação do Fluminense, que nesta terça-feira, no Heriberto Hulse, mede forças contra o Criciúma, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Os jogadores da equipe carioca vieram diretamente de Campinas (SP), já que no último sábado, o Tricolor das Laranjeiras enfrentou o Palmeiras em São Paulo. O desembarque em solo catarinense ocorreu por volta das 15 horas. Alguns torcedores marcaram presença e conseguiram autógrafos e fotos com os jogadores do time do coração.

A reportagem do Portal Infosul bateu um papo com um dos tricolores que viu de perto o desembarque do tricolor carioca. O leiturista Thiago Albino, de 34 anos, conta que tinha conhecimento da chegada da delegação do Flu em Jaguaruna, mas que não sabia o horário. Ele chegou cerca de duas horas antes do avião pousar em solo jaguarunense. Na chegada ao aeroporto, tentou contato com os seguranças para descobrir o horário do desembarque, mas inicialmente não conseguiu. Depois, pessoas ligadas à companhia aérea Azul gentilmente lhe informaram o horário. Thiago aguardou cerca de duas horas, até que pouco antes das 15 horas, o voo AD4731 chegou ao seu destino. Do lado de fora, o torcedor tricolor acompanhou o deslocamento dos jogadores do avião até o saguão do aeroporto. Viu o ídolo Fred, o técnico Roger Machado e os meias Ganso e Nenê, que até acenaram. O camisa 10 do Flu, inclusive, apontou para a saída do local, onde os jogadores embarcariam no ônibus para seguir viagem para Criciúma.

Thiago foi até lá e teve a chance de ficar cara a cara com quem considera seu maior ídolo, o centroavante Fred. O torcedor não escondeu a felicidade em encontrar o segundo maior artilheiro da história do Fluminense, com quem pôde tirar fotos e ganhar autógrafo na camisa. "Sensação incrível pra quem acompanha o Fluminense no dia dia mesmo de longe. Mais incrível ainda é ver e conversar de perto com o Fred, meu ídolo e acredito que ídolo dessa nova geração de torcedores do Fluminense", disse o torcedor.

Thiago Albino ganhou autógrafo dos jogadores do Flu. Foto: Divulgação

Tricolor desde que nasceu, Thiago relata que na última vez que o Fluminense havia desembarcado em Jaguaruna, em 2017, também para um jogo da Copa do Brasil, ele não conseguiu estar presente, mas conta que foi ao jogo e acompanhou o empate em 1 a 1 no Heriberto Hülse pela terceira fase da competição. O reencontro entre as equipes pela Copa do Brasil, desta vez válido pelas oitavas de final, será sem público devido às restrições da Covid-19. O torcedor lamenta não poder estar presente, mas diz que vai torcer bastante de casa e espera ter outra oportunidade no futuro. "Infelizmente amanhã não poderemos estar pra acompanhar a partida de perto, mas com certeza de casa estaremos na torcida. Presenciar uma partida do time do coração, ainda mais sendo um time que não é da sua região, é uma oportunidade única. A gente não sabe quando ou se vai ter uma oportunidade assim, mas acredito que logo logo a gente vai poder voltar a ir aos estádios e quem sabe ver o Fluminense aqui de novo."

Sobre a partida, Thiago diz que não tem jogo fácil na Copa do Brasil, mas que espera um bom resultado no jogo de ida. "Não tem jogo fácil nessa Copa do Brasil. Difícil jogar contra o Criciúma aqui, mas espero que o Fluminense faça uma boa partida e se não der pra sair com a vitória, um empate está de bom tamanho". O confronto desta terça-feira terá transmissão do Premiere e do SporTV, às 19h15. O jogo da volta será disputado ainda nesta semana, no sábado (31), às 16h30, no Maracanã.