Funcionário comissionado é preso por furtar luvas cirúrgicas da Secretaria de Saúde de Imbituba

A Polícia Civil da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, prendeu, neste sábado, dia 3, um servidor comissionado da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA) de Imbituba pela prática de peculato (crime em que o funcionário público se apropria de bem em virtude do cargo que ocupa).

O envolvido, que foi detido na BR-158 por policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas, confessou que furtou, neste fim de semana, fora do horário de expediente, 450 caixas de luvas cirúrgicas da sede da secretaria (cada caixa contém 100 luvas). Ele ainda disse, em depoimento, que revenderia a mercadoria a um receptador no Estado Gaúcho. O material furtado da Prefeitura de Imbituba está avaliado, segundo nota fiscal, em R$ 8.100,00.

O autor do crime, que responderá judicialmente por peculato, estava em um veículo de outro servidor comissionado da Prefeitura de Imbituba. Ambos serão exonerados sumariamente pela administração municipal. A polícia civil descobriu a ação criminosa após a denúncia de que o automóvel estaria transportando drogas, mas, a informação não se confirmou.