Governo Municipal de Laguna quer reativar antiga estação ferroviária para atrair turistas

Foto: Comunicação Prefeitura de Laguna

Com o objetivo de construir um memorial da antiga ferroviária de Cabeçuda, em Laguna, o Governo Municipal está requerendo a cessão da área onde a linha férrea funcionava. O projeto, inclusive, quer reativar a estação com o intuito de atrair turistas. A estação de Cabeçuda foi inaugurada em 1884.

O pedido foi protocolado ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT) no ano de 2018.

Nesta semana, a presidente da Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama), Deise Daiana Xavier; a secretária de Planejamento Silvania Cappua; o assessor especial Hector Candemil, e o estagiário de engenharia Civil da Flama, Moacir Mafra, estiveram no museu da Ferrovia Tereza Cristina, em Tubarão, com o gerente de patrimônio e suprimentos, José Gilberto Machado, o diretor presidente da Ferrovia Tereza Cristina, Everaldo Luiz Barreto e a museóloga Slivana Silva de Souza, para a verificação do projeto de reforma da Estação Ferroviária de Cabeçuda.

No local, além do Memorial da História da Ferrovia, serão licitados dois ambientes para instalação de uma cafeteria e uma sala comercial destinada a comercialização de itens turísticos.

O Museu Ferroviário atualmente organiza passeios turísticos nos trens marias-fumaças, onde mais de mil pessoas percorreram o trecho entre Tubarão e Laguna no início deste ano.

A prefeitura pretende também revitalizar a Praça Aparício Martins, bem como o sambaqui daquela região, tornando-os pontos turísticos da cidade.