Hercílio: FCF e TJD/SC negam pedido de adiamento da partida contra o Internacional de Lages

Foto: Marina Mendonça | Hercílio Luz Foto: Marina Mendonça | Hercílio Luz

Por Caio Maximiano

A bola vai rolar para Inter de Lages e Hercílio Luz, às 18h deste domingo, no Estádio Vidal Ramos Júnior, pela Série B do Campeonato Catarinense. Até aí, tudo normal, visto que a partida já estava marcada. O grande problema é que o Hercílio Luz teve 19 casos positivos para Covid-19 detectados após realizar testes entre sexta-feira e sábado. 18 jogadores e 1 membro da comissão técnica testaram positivo e estão afastados para cumprir isolamento social. Todos estão assintomáticos e respeitando os protocolos.

O Hercílio Luz solicitou o adiamento à Federação Catarinense de Futebol (FCF) e ao Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD/SC) e ambos negaram o pedido. O Leão do Sul viajou para Lages com 13 jogadores - sendo 3 goleiros e alguns atletas lesionados. O 'Regulamento Específico' da Série B do Catarinense assegura que 13 é o número mínimo de atletas para que uma partida seja realizada. É justamente o que resta na delegação da equipe hercilista. O fato de alguns estarem lesionados não se caracteriza como motivo para que o jogo seja adiado.

O confronto é válido pela 2ª rodada da Série B do Catarinense. Com apenas 2 atletas no banco, sendo ambos goleiros, o Hercílio Luz terá a difícil missão de segurar o Inter de Lages. A equipe da serra catarinense faz sua estreia na competição. A primeira rodada, contra o Metropolitano, foi adiada após testes positivos na equipe de Blumenau, que não conseguiu relacionar 13 atletas para o confronto.