Hercílio Luz perde três pontos e recebe multa de R$ 15 mil do TJD/SC

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: Patrícia Amorim | HLFC

Hercílio Luz foi condenado a perda de três pontos no Campeonato Catarinense e uma multa no valor de R$ 15 mil a serem pagos em 15 dias. A equipe tubaronense foi punida pelo TJD/SC na noite desta terça-feira (04) pela escalação irregular do lateral-direito Alisson, na partida contra o Brusque, no dia 10 de abril. O julgamento foi conduzido pelo presidente da Comissão Disciplinar do TJD/SC, Maurício Chedid dos Santos, e teve resultado de 2 votos contra 1 à favor da punição do Leão do Sul.

Já eliminada da competição, a equipe colorada perde três pontos e duas posições na tabela, caindo para o 10° lugar na classificação final da primeira fase, ficando à frente dos rebaixados Criciúma e Metropolitano. O resultado do julgamento favorece diretamente o Figueirense, que em tese, herda a vaga do Hercílio Luz nas quartas de final. A Chapecoense, por sua vez, teria que jogar novamente as duas partidas das quartas. Cabe à FCF remarcar os jogos. Diante deste imbróglio jurídico, a partida entre Chapecoense e Marcílio Dias está suspensa desde o dia 29 de abril.

Nos bastidores, o Hercílio Luz já indicou que irá recorrer da decisão no Pleno do TJD/SC. Em nota, a Chapecoense informou que já está analisando o resultado do processo e irá adotar as medidas necessárias para que os resultados obtidos em campo prevaleçam.

Nota oficial emitida pelo Hercílio Luz Futebol Clube após a decisão do Processo n° 042/202:

"O Hercílio comunica que, após decisão da Quarta Comissão Disciplinar do TJD-SC, que condenou o clube a perda de 03 pontos, mais a multa de R$ 15.000,00, pela suposta utilização irregular do atleta Alisson em partida disputada contra o Brusque, vai aguardar a intimação da decisão escrita para interpor o competente recurso. O clube lutou de forma justa dentro de campo para alcançar seus objetivos na competição, onde o futebol de fato é decidido, e agora, na Justiça Desportiva, vai tentar comprovar a sua inocência".

Nota oficial emitida pela Associação Chapecoense de Futebol, terceira interessada no processo:

"A Associação Chapecoense de Futebol comunica, em nome da sua Diretoria e do seu Departamento Jurídico, que já está trabalhando na avaliação do resultado do Processo nº 042/202, julgado na noite desta terça-feira (04) pelo TJD-SC. 

O Clube adotará  todos os mecanismos jurídicos necessários para resguardar seus direitos e respeitar o resultado conquistado dentro de campo".

Matéria atualizada às 22h52 (de Brasília)

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul