Hercílio Luz tropeça em casa diante do Metropolitano pelo Catarinense

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: Patrícia Amorim | Hercílio Luz Foto: Patrícia Amorim | Hercílio Luz

Hercílio Luz deixou escapar a chance de conquistar três vitórias consecutivas, mas somou um ponto na sexta rodada do Campeonato Catarinense. Na tarde deste sábado (27), o Leão do Sul recebeu o Metropolitano no Aníbal Costa e ficou no empate em 2 a 2. Para a equipe colorada, Rodolfo Mol e Renato Henrique balançaram as redes. Para o Metrô, Daniel Bahia desencantou e marcou os dois primeiros gols da equipe na competição.

Com o tropeço em casa, o Leão perdeu a oportunidade de praticamente garantir a sua permanência na primeira divisão e subir ainda mais na tabela. Apesar do empate, a equipe sobe na tabela e ocupa a 5ª colocação com 8 pontos. O cenário deve mudar e a equipe perderá algumas posições com o decorrer da rodada.

O próximo compromisso da equipe colorada é na quarta-feira (30), às 19 horas, contra o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O time comandado por Marcelo Caranhato está a 3 jogos sem perder (Marcílio, Chape e Metrô).

O JOGO:

O início de partida foi marcado por muito equilíbrio entre as duas equipes. O Hercílio pulou na frente do placar aos 16 minutos. Após falta cobrada na medida pelo atacante Levi, o zagueiro Rodolfo Mol subiu sozinho para estufar as redes do goleiro Martin Becker. O Metropolitano agiu rápido, conseguiu o empate aos 18 minutos. Após jogada pela direita, Daniel Bahia recebeu no meio da área e igualou o placar.

Após sofrer o empate, o Leão do Sul teve duas boas chances de marcar o segundo gol e ficar novamente no placar. Na primeira, Rafael Rosa cobrou lateral na área, Fabinho fez o domínio e escorou para Levi. O camisa 7 chegou finalizando e mandou pra fora. Na sequência, Fabinho tabelou com Levi e passou para Renato Henrique, sozinho na grande área. O camisa 10 fez o chute e o goleiro Martín Becker evitou o gol do Hercílio. E como diz o velho ditado: quem não faz leva. Aos 29 minutos da etapa inicial, Daniel Bahia aproveitou o bate-rebate dentro da área e virou a partida para o Metropolitano.

Após o segundo gol, o Metropolitano teve mais chances de ampliar do que o Hercílio de conseguir o empate. Aos 32, França fez boa jogada e finalizou para a defesa do goleiro Rafael Roballo. No finalzinho da primeira etapa, o nigeriano Ebere recebeu dentro da área e finalizou para uma grande defesa de Roballo, que evitou o terceiro do Metropolitano.

O Hercílio Luz mexeu no intervalo e uma das substituições contribuíram para o empate logo no início da segunda etapa. Com 2 minutos, Wellington fez uma grande jogada pela direita e rolou no meio da área para Renato Henrique. O camisa 10 não perdoou e igualou o placar para o Leão do Sul.

Jogando em casa e buscando a vitória, o Hercílio foi pra cima do Metropolitano e teve as melhores chances no segundo tempo. Aos 15 minutos, Renato Henrique tentou marcar o segundo dele na partida. Após chute da intermediária, o goleiro Martín Becker fez uma excelente defesa. No rebote, o lateral-esquerdo Boré finalizou na rede pelo lado de fora. Aos 21, muita reclamação por parte dos jogadores do Hercílio Luz. Levi fez jogada individual, invadiu a área e foi derrubado. Célio Amorim nada marcou e mandou o jogo seguir.

Aos 35, foi a vez do Metropolitano reclamar de um possível pênalti. No bate-rebate dentro da área, a bola bateu no braço de Carlos Eduardo, mas a arbitragem também mandou o jogo seguir. O Hercílio ainda chegou mais algumas vezes ao ataque com Renato Henrique, mas não conseguiu o gol da virada.

FICHA TÉCNICA - HERCÍLIO LUZ 2x2 METROPOLITANO

Catarinense Série A 2021 - 6ª rodada

Estádio: Aníbal Torres Costa - Tubarão (SC)
Data e hora: 27/03/2021 - 16h
Árbitro: Célio Amorim
Auxiliares: Alexandre Bittencourt e Sandro Katzwinckel
Público/renda: jogo com portões fechados
Cartões amarelos: Matheus (MET) e Vitinho (MET)
Cartões vermelhos: sem ocorrências

GOLS DA PARTIDA:
Hercílio Luz: Rodolfo Mol (15' | 1T) e Renato Henrique (03' | 2T)
Metropolitano: Daniel Bahia (18' e 29' | 1T)

HERCÍLIO LUZ: Rafael Roballo, Carlos Eduardo, Negretti, Rodolfo Mol e Rafael Rosa (Boré); Jhonata, Garraty (Eduardo Meurer) e Renato Henrique; Levi (PH), Luizão (Cesinha) e Fabinho (Wellington). Técnico: Marcelo Caranhato

METROPOLITANO: Martín Becker, Carlos Augusto, Lazio, Michel e Matheus (Ramon); Roberto, Thiago (Kevin) e França (Gabriel Lima); Ebere, Daniel Bahia (Yuri Martins) e Jonatha (Vitinho). Técnico: Paulo Massaro

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul