Horóscopo | Astrologia: Câncer e a ressignificação familiar

Arte: reprodução

Horóscopo da Semana

ÁRIES
Conjugue o verbo “mudar” de todas as formas e pronomes possíveis. Isso lhe ajudará a sair de atoleiros existenciais. Só o novo guarda possibilidades reais de mudança em sua vida a partir de agora que Marte seu regente, conflita fortemente com o tradicional representado por Saturno. Seu futuro profissional pode depender disso.

TOURO
Relacionamento e família, como se concilia? O equilíbrio entre essas duas coisas, dependerá do quanto você conseguirá evitar que influências e pressões vindas de fora, afetarão seu humor e seus sentimentos. Isso não é fácil evitar, todos nós sofremos disso. Muita competição e disputa no cotidiano, mesmo assim, o período predispõe a ganhos.

GÊMEOS
O tempo não retrocede, e você deve recompensar o tempo perdido buscando o devido preparo para o que quer que queira fazer de sua vida, inclusive a profissional, e não espere facilidades. Seja preciso no que disser junto a clientes e patrões e terá aumento de negócios ou reconhecimento. Hora de se expandir através das relações.

CÂNCER
Se tiver que extravasar durante este período, você tem desconto. Mas, sabendo disso, deve esperar o momento mais adequado para agir em função de seus planos profissionais, ou pelo menos, deve ser mais cauteloso que o habitual. Se possível, passe mais tempo sozinho, em recolhimento, e não fale tudo o que vier a cabeça.

LEÃO
O pior só acontece se você ficar pensando nele o tempo inteiro. Você sobreviveu e o que aconteceu deve estar superado. Dedique-se a aquilo que acredita, mas sem tirar os pés do bom senso e principalmente, saiba ouvir, para não cair em desfavor público. Assim seus planos estarão assegurados.

VIRGEM
Você guarda por muito tempo as experiências ruins temendo repeti-las. Cuide para que isso não vire a armadilha da auto sabotagem. Isso pode estar roubando espaço de sua criatividade e que pode fazer falta em seu desenvolvimento pessoal e profissional, que estão favorecidos. Use o tempo a seu favor e faça planos de médio e longo prazo.

LIBRA
Ficar preso ao julgamento dos outros, só não é pior do que ficar preso aos próprios, perdendo um tempo precioso para seu desenvolvimento no aqui e agora. Para continuar progredindo, precisará estar desprendido de considerações que já estão ultrapassadas, se quiser acompanhar o que de bom o momento lhe oferece.

ESCORPIÃO
Você mesmo é quem pode tornar difícil de entender suas motivações, se não deixar isso bem claro para todos. Não seja como martelo na loja de cristais. A verdade não tem dono e você deve tentar ver e considerar o ponto de vista dos outros também. O que pode estar em jogo, não é sua capacidade, mas a habilidade de juntar as pessoas em torno dos mesmos interesses.

SAGITÁRIO
Objetividade é igual a resultado. Quando as coisas deixam de ficar claras é que pode resultar em prejuízo. Nada de assinar documentos sem a devida atenção, nem de acreditar em promessas feitas seja lá por quem for. Ninguém segue o indefinido. Defenda seus pontos de vista com clareza e ganhará aliados.

CAPRICÓRNIO
Poderá colher resultados animadores em termos profissionais, principalmente se conseguir inovar e se acercar de pessoas novas ou mais jovens com visão arrojada da realidade. Transformar reclusão em abertura, dúvida em certeza, dor em alegria, pode ser a tônica desse momento. Os opostos existem para que?

AQUÁRIO
Você recebe os sinais, mas se equivoca ao interpretá-los. Precisa trabalhar conscientemente suas próprias limitações, ao invés de ficar lamentando a falta de sorte. Mudar a situação requer mais investimento e planejamento metódico, e isso pode ser demais para sua costumeira rebeldia. Ter as pessoas certas por perto é bem melhor do que pedras nos bolsos.

PEIXES
Defina-se. Sem fazer isso fica impossível andar para frente em direção ao futuro. Deve aprender a não ter medo de olhar para dentro de si mesmo. Acontece que você não pode ser capitão de um navio se não souber o rumo a seguir. A Indefinição pode ter contornos negativos em seu profissional. Siga mais devagar, mas não pare.

O CAMINHO DOS ASTROS 91

Câncer e a ressignificação familiar

Vênus e Marte desafiam Saturno quase que simultaneamente, isso faz com que nossas emoções sejam intensamente tocadas e às vezes, de formas até violentas.  Estamos prestes a sofrer um reposicionamento em escala planetária. Nossa importância e o lugar que ocupamos sendo questionado. Então assiste-se o final de um modelo e o surgimento de um novo, mais conectado ao seu meio ambiente, ou do contrário, não sobreviveremos.

Isso refaz completamente a domesticação e o ensino ao qual fomos acostumados. As faculdades estão ainda formando profissionais para mercados que nem existem mais. De maneira mais positiva, Vênus nos traz a compreensão de que novas necessidades significam novos aprendizados e a maneira mais lógica e harmônica de encará-las. Marte tratará de romper com o que ainda resta das velhas formas, simbolizadas por Saturno.

Câncer é um signo ligado a maternidade e, portanto, à geração. Por conseguinte, nos fará lidar também com o que morre, e assim, dá lugar ao novo, a poda e a rebrota. Com a aproximação da Lua Nova, teremos a oposição Sol/Saturno, ativada. Vamos para o tudo ou nada das questões familiares.

As famílias devem passar neste período, por balanços muito fortes, suas bases serão testadas por eventos envolvendo o grupo familiar como um todo, ou de seus membros que podem causar grandes questionamentos, sobre integridade e verdade nas relações. Isso também podendo significar que não há como sair de onde quer que se encontre sem pagar por todos os excessos, arrogâncias e vícios, tudo tem o seu devido preço.

Teremos ainda as outras duas quadraturas, Urano/Vênus, Urano/Mercúrio. Pelo lado de Vênus, serão as pautas abordando questões de gênero e liberdade de escolha. Pelo lado de Mercúrio, embora difícil até de acreditar, mais escândalos e verdades aterradoras sobre as figuras públicas.

Passando por tudo isso, estaremos prontos para receber o incremento da nova consciência. O principal objetivo de tudo isso que estamos passando, é aumentar a capacidade de conceber o mundo e a realidade.

A sociedade do futuro será mais ecológica, não havendo espaço para tanto consumo e desperdício. A crença de sermos o ápice da criação, nos transformou em consumidores sem noção nem responsabilidade com o meio que nos supre, incapazes de acompanhar a evolução, que nunca para, já que tudo se transforma eternamente. Há toda uma nova consciência em termos de habitar o planeta e de como nos relacionaremos nessa sociedade vindoura, apesar de nossa própria resistência em largar o que já foi.