Jaguaruna: em vídeo, Edenilson Montini anuncia desistência em concorrer à reeleição

Foto: reprodução

Menos de 24 horas após confirmar que disputaria à reeleição, Edenilson Montini da Costa desistiu da pré-candidatura. Eleito prefeito de Jaguaruna em 2016 pelo então PMDB – hoje, MDB – conquistou 54,39% dos eleitores, o que corresponde a 6.455 votos. Recém filiado ao PSL, no qual se tornou presidente do partido, Montini foi indicado à majoritária na quarta-feira, dia 16, em convenção realizada.

Nesta sexta, 18, Edenilson publicou um pronunciamento em sua conta pessoal no Facebook. Com duas trilhas instrumentais gospel (Não consigo ir além do teu olhar, de Anderson Freire; e Conquistado o impossível, de Jamily) e o título “Para quem acredita um sonho nunca morre, ele apenas pode ser adiado!”, o gestor lembrou dificuldades que enfrentou durante o atual governo, do falecimento do vice Francisco Elpídio de Souza, das obras realizadas e ainda se colocou à disposição do município, embora não mais como político.

De acordo com apurações feitas pelo Infosul, o recuo do político foi uma surpresa para os integrantes do partido. "Não sabíamos, pegou todos de surpresa. Somos 12 candidatos no PSL aguardando o rumo do partido. Muita especulação, mas o que ficou definido foi isso", disse um dos pré-candidatos da sigla ao legislativo.

Agora, permanecem na disputa pelo Executivo Municipal cinco candidatos: Agnaldo Serafim (MDB), Henrique Fontana (PSC), Marcos Tibúrcio (PP), Jackson Goulart Pereira (PT) e Jeanine Theodoro (Republicanos).