Leilão do trecho Sul da BR-101 acontece nesta sexta-feira, 21

Foto: reprodução

Acontece nesta sexta-feira, 21, o leilão de concessão do trecho Sul da BR-101. Duas empresas e um consórcio apresentaram proposta. Durante a abertura dos envelopes, vence a proposta que oferecer o menor valor cobrado por praça instalada.

Ao todo serão quatro praças de pedágio instaladas entre Palhoça e a divisa com o Rio Grande do Sul: uma em Laguna, outra em Tubarão e mais uma em Araranguá e São João do Sul, respectivamente. Segundo o edital, o valor cobrado não poderá ultrapassar R$ 5,19.

Desta forma, o Ministério da Infraestrutura prevê que a rodovia deve ganhar investimentos superiores a R$ 7,3 bilhões durante os próximos 30 anos (tempo do contrato). A expectativa é de gerar uma maior agilidade nos reparos da estrada, implantação da terceira pista em 100 quilômetros da rodovia, com 70 quilômetros de vias marginais, disponibilização de equipes de atendimento médico e mecânico, construção de 18 passarelas para travessia de pedestres, 25 pontos de ônibus e 23 rotatórias. Além disso, todo do trecho será monitorado por meio de câmeras, painéis de mensagem e sensores de tráfego.

Em tempo

A empresa vencedora do leilão – consequentemente – deverá arcar com as despesas da iluminação da Ponte Anita Garibaldi, em Laguna. Segundo o Departamento de Infraestrutura e Transportes – DNIT, confirma a informação. No entanto, o valor devido à Celesc, empresa responsável pela iluminação atualmente, deve continuar em discussão.

Na justiça, o município de Laguna defende que não possui condições financeiras para o custo da iluminação e, entende que a responsabilidade seja da União, por meio do DNIT.

A conta de energia da ponte Anita Garibaldi em torno de R$ 6 mil por mês. A ponte foi inaugurada em 2015 e possui 2,8 quilômetros de extensão.