Livro sobre vida de Albertina Berkenbrock vai virar filme

Ilustração: reprodução

Indicado pelos religiosos Pe. Sérgio Jeremias de Souza e Pe. Auricélio Costa, o livro “Albertina Berkenbrock – A um passo da santificação”, de Albi Israel da Silveira, vai virar filme. Esse é o livro presente nos processos de Canonização da Beata no Vaticano. O longa-metragem será produzido pela Companhia Boanova de Cinema Regional, de Florianópolis. Os padres vão poder supervisionar o desenvolvimento da adaptação do roteiro cinematográfico que conta com cinco cineastas: quatro brasileiros e um boliviano.

Os atores do filme serão selecionados a partir de dois cursos preparatórios que a própria companhia está oferecendo, gratuitamente, na cidade de Imaruí. Um para crianças e adolescentes no contraturno escolar, e outro para adultos no período noturno. A duração do curso é de dois meses.

O resultado final será apresentado durante a tradicional Festa do Senhor Bom Jesus dos Passos, na Praça Municipal de Imaruí, no mês de março de 2020.

Albertina Berkenbrock

Era filha do casal de agricultores, Henrique e Josefina Berkenbrock, e teve mais oito irmãos e irmãs. Foi batizada no dia 25 de maio de 1919, crismou-se a 9 de março de 1925 e fez a primeira comunhão no dia 16 de agosto de 1928. Foi assassinada em 15 de junho de 1931, aos doze anos de idade.

Albertina Berkenbrock, com o decreto de beatificação, assinado pelo Papa Bento XVI, no dia 16 de dezembro de 2006, foi beatificada em 20 de outubro de 2007.