Marcele Bressane: A Magia de Ler

Foto/Arte: reprodução

Eu sei, eu sei. Já falei umas dez vezes de livros aqui, mas irei falar mais vezes, pois o amor que tenho por eles é algo inigualável. Eu amo cheirar um livro, tocar, reler. Tudo! Semana passada tive uma louca e comprei vários livros. Meu cartão que me perdoe, mas saí toda feliz da livraria. Eu sou daquelas que compra mais livros do que lê, pois a velocidade é muito diferente. Os livros antigos que me perdoem, mas os novos virão sempre.

Livro para mim, muda a vida, muda a nossa identidade, o que acreditamos e o que valorizamos. Descobrimos novos pontos de vistas, formas de olhar o mundo e as pessoas ao nosso redor. Semana passada li um livro sobre a importância da desistência e o quanto a nossa sociedade não aceita que desistamos e, assim, acabamos ficando em relacionamentos péssimos. Um livro que me deu tapa na cara enoooooorme, me ensinando que posso sim, desistir. Que não significa fraqueza, e sim a percepção que aquele local não faz mais sentido para mim. Desista! Agora estou lendo outro livro que conta a história da comida e todas as revoluções que ela fez em nossa sociedade, e no capítulo que li ontem a noite, falava sobre o aumento de pessoas que almoçam sozinhas nos restaurantes em torno do mundo, algo que nunca consegui, por preconceito mesmo, achando que ia ser muito estranho comer sozinha. E lendo, tive uma ressignificação disso, percebendo que pode ser muito bom e que talvez eu possa até testar mais vezes. E irei, depois conto como foi a sensação e experiência. Palavras que me fizeram repensar e mudar completamente e isso só em uma semana!!!

Livros mudam percepções, amores, crenças. Mudam e transformam vidas! E é esse mundo que amo falar e compreender. A magia de um livro é intensa, é complexa. Mas ao mesmo tempo, é leva, pois vem com o carinho de uma palavra, vem com um aconchego de uma personagem que sofre o mesmo que você. A mudança vem gentil e sem a cobrança. Se você quer fazer, faça. Mas senão, só guarde o livro e tente pegar outra vez mais tarde.

Sei que muitos que estão lendo esta coluna, vão dizer que não tem tempo para ler um livro. Mas fico me questionando, que se você não tem tempo para ler um livro, você tem tempo para você? Se ler um livro é repensar tantas coisas, por que não damos prioridade para isso?

Também entendo que é um hábito, e que se as pessoas não têm, fica difícil mesmo. Mas dá para criar, independe da ideia, só é necessário que nos abramos para este mundo. Que iniciemos logo e sem desculpas.

Leia mais, leia tudo! Se abra para o mundo da literatura e se aventure em você, nas palavras, nos livros e nas histórias. Se perca e se reencontre milhares de vezes.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs