Marcele Bressane: Lidar com as vulnerabilidades

Marcele Bressane
Marcele Bressane
Últimos posts por Marcele Bressane (exibir todos)
Imagem: reprodução

Um dos grandes medos das pessoas é mostrar o quanto elas são vulneráveis. Morremos de pânico ao mostrar que sofremos ou que não temos tudo organizado em nossas vidas. Pedir ajuda vira o cúmulo e engolir choro quase uma obrigação. Com as redes sociais este comportamento se potencializa, com um feed bonito e harmônico, não cabendo momentos tristes e solitários. Em stories divertidos não pode haver frustrações. Tanto que quando vimos algo errado no outro, uma fala, um desconhecimento, ocorre o cancelamento. E desta forma, se criam ondas de gratidão por tudo. Não que não acha que não precisamos ser gratos. Mas tudo com limite, né?

Somos uma sociedade que tem medo de não saber de algo. Então, tem que dar respostas e opiniões para tudo. Fazendo com que nós percamos momentos de aprendizados enormes, só pelo medo de sermos vulneráveis e mostrarmos que simplesmente não sabemos como se faz uma parede. Criam-se paredes, criam-se distâncias gigantes e cada vez mais estamos sozinhos, com medo de se apegar, de se relacionar. Pois estar junto com alguém é isso, mostrar nossas vulnerabilidades, nossos defeitos e sentimentos que não são tão bons assim. Mostrar que não é todo dia que acordamos bem. Na verdade, pouquíssimos dias acordamos bem. Mostrar que não temos gratidão por tudo. E tem dias que não temos gratidão por nada. E mesmo mostrando tudo isso, não sermos canceladas, porque o outro também mostrará tudo isso. Mas que medo, hein?

Entretanto, quando que vamos perceber que só sendo vulneráveis e percebendo/mostrando nossos erros é que vamos para frente. Os erros são a morada da criatividade, é onde nos reinventamos e descobrimos o mundo inteiro ali na sua cara, pois só faltava quebrar a cara e enxergar o que estava embaixo do seu nariz. Olhar as nossas vulnerabilidades nos torna humanos e fazer crescermos como tais. Faz percebemos nossas qualidades, pois ao lado de uma vulnerabilidade, tem uma qualidade para ajudar você a segurar os medos de tê-la.

Igual tropeçar na vida. Você só tropeça porque está caminhando. Se ficar parado não irá tropeçar mesmo e é isso que você quer, ficar parado? Igual eu, nunca caí andando de bicicleta. Mas me pergunte se eu sei andar de bicicleta? Não sei não! E isso já foi questão de piada entre várias pessoas, já brincaram com isso e até me chamaram burra. Ok, é uma vulnerabilidade minhas, mas faz parte de mim e tenho que compreender. Um dia irei aprender a andar, mas o medo e tudo que já falaram de mim não podem fazer com que eu esconda isso.

Gente, se mostrem, falem de seus medos e sofrimentos. Se apresentem de peito aberto, sejam verdadeiros com vocês e nos relacionamentos. Mesmo que tenham que mostrar e aprender a lidar com suas vulnerabilidades. Só assim, seremos mais alegres e leves. Acolha suas vulnerabilidades, se acolha.

Marcele Bressane
Últimos posts por Marcele Bressane (exibir todos)
× Fale com o Infosul