Marcele Bressane: Nossas origens

Foto: reprodução

Dia 09 de agosto é o dia do índio. Para muitas escolas é dia de conversar sobre os primeiros anos do Brasil ou fazer alguns passeios escolares, mas com toda certeza, é dia de colocar um cocar na cabeça e desenhos no rosto. Mas será que isso simboliza e comemora toda essa data? Acredito que não. Acredito que eles mereçam muito mais atenção, do que nos fantasiarmos deles. Os índios são as nossas origens, de onde cada brasileiro veio e tentamos negar isso sempre, todo dia. Parece que temos vergonha de onde viemos. Contudo, se não sabemos nossa base, como vamos saber os próximos passos, como vamos olhar para o futuro. E, será que tem futuro, sem preservar o passado?

Para mim, cuidar dos índios é cuidar do Brasil. Cuidar das nossas origens, é cuidar de cada brasileiro que saberá de onde veio, saberá os erros que já cometemos e que não precisamos cometer mais. Isso é uma das importâncias de nunca esquecermos as nossas origens: diminuir a incidência de erros.

E isso acontece com tudo, negamos as origens dos nossos sentimentos, dos nossos traumas, das nossas concepções de mundo. As guardamos a sete chaves e não queremos saber de nada em relação a elas, sendo que isso só causa frustrações, tristezas e erros inconscientes. E tudo isso pelo medo de encarar de onde vem.

Muitas pessoas quando veem marcar terapia, sempre falam que tinham meu celular há muito tempo, mas não tinham coragem de vir marcar. Até que algo aconteceu e resolver fazer. Ou seja, todos têm medo de enfrentar as origens dos problemas, porque doí, machuca, remexe em coisas que pensávamos que estava resolvidas, mexe no nosso ego. E ainda você paga para isso. É quase um crime! Mas um crime contra as suas inseguranças e medos. E é tão necessário.

Por exemplo, sabe aqueles relacionamentos que tanto te machucaram e você continua entrando em relacionamentos falidos e ruins? Parece um círculo vicioso, sai de um relacionamento, entra em outro e todos acabam pelas mesmas razões? Algo tem aí, meu amor, e é necessário explorar o que está acontecendo, quando começou essa repetição? Vamos pensar. Ir para a origem! O começo de tudo, e isso só conseguimos quando nos olhamos e permitimos este movimento.

Para mudarmos o Brasil, precisamos olhar o passado e não cometer os mesmos erros. E continuar nos acertos. Olhar as nossas origens e aprender diariamente com elas, a amar a natureza, a respeita regras e culturas. Igual em nossas vidas, não podemos viver o passado o tempo inteiro, mas às vezes visita-lo, não com nostalgia, mas sim, com um caderno para anotar tudo e colocar em prática no presente. As origens têm razões, só precisamos ficar em silêncio e escutá-las.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs