Marcele Bressane: Wokaholic

Imagem: reprodução

O Dia do trabalhador passou e muita gente por aí conseguiu descansar e colocar em dia seu soninho da beleza. Mas será que todos conseguiram e aproveitaram o feriado para recarregar as energias?

Tem gente por aí que não consegue parar de trabalhar, que sempre está fazendo algo em relação ao trabalho, se cobrando e trabalhando mais um pouco. Assim, não parou neste feriado e ficou fazendo coisas do trabalho. E isso tem nome: workaholic! Pessoas que não conseguem parar, até em dias de folga pensam no serviço, que estão cheeeios de horas extras para serem pagas pela empresa, estão cansados e fadigados, mas não compreendem que precisam parar. Até podem entender a importância do parar alguns minutos por dia, mas acham tempo perdido.

Claro que tem épocas da nossa vida que o trabalho vem em primeiro lugar. Como num momento de decisão grande, ou um novo projeto. Mas você sabe o limite? Sabe quando pode e deve dar uma parada?

Para sabermos se estamos sem perceber o nosso limite no trabalho, algumas características de workalic:

- Pessoa que não tem hobbie: não sabe fazer algo que não seja trabalhar e não consegue compreender que ter hobbies, ou fazer algo que não tenha a ver com o serviço, seja realmente importante.

- Pessoa que está sempre estressada: trabalhar demais causa estresse e cansaço, isso sem dúvida. Porque está sempre sendo pressionado e recebendo cobranças. Desse jeito, a pessoa está sempre no máximo da paciência e qualquer coisa já estoura. E o problema que às vezes, estoura até na pessoa errada.

- Pessoa que está sempre conectada: Não consegue não ficar olhando para os e-mails, redes sociais. Sempre em busca do que está acontecendo ao redor, ou seja, nunca pode relaxar, não pode parar!!!

- Perda de relacionamentos: o pessoal do serviço não aguenta mais, pois sempre está falando de trabalho e cobrando. E pessoal de fora, nem vê mais. Desta forma, acabando com todos os relacionamentos.

Se você se encaixou nestas características, está na hora de ficar ligado!!! Procure ajude, converse com algumas pessoas sobre isso, leve para sua terapia. Não dá mais para deixarmos o trabalho sempre em primeiro lugar. Trabalhar é importante e essencial, com certeza. Mas também os outros papéis da sua vida são importantes. Então, comece tentando equilibrar as suas horas e prioridades: coloque um tempo para um bom sono, uma boa alimentação e momentos legais com as pessoas ao seu redor.

E também, saiba que o mundo continuará girando, quando você der uma parada, mas você pode voltar para ele. Não tem problema. A empresa estará lá, os colaboradores, as notícias. Tudo estará te esperando, mas você voltará com mais energia e disposto, após uma parada. A mudança é sua e está na hora.

Feliz dia do trabalhador a todos que lutam tanto por dias melhores.