Montagem do elenco; preparação; troca no comando; Covid-19; recuperação e o tão sonhado acesso à elite

Caio Maximiano
Caio Maximiano
Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL

Por Caio Maximiano

O Hercílio Luz está de volta à elite e disputará a Série A do Campeonato Catarinense em 2021. E se engana quem pensa que o planejamento do time para voltar à primeira divisão foi montado às pressas. Todo o elenco, assim como a chegada do antigo treinador Leandro Campos e o ínício da preparação do grupo aconteceram cerca de 90 dias antes da estreia do Leão do Sul na segundona.

Foram anunciados aproximadamente 29 nomes em um evento realizado nas dependências do Aníbal Costa. A grande maioria destes nomes, somados aos jogadores da base, compõe o atual elenco da equipe colorada na disputa da competição. Conrado e Kaio foram os únicos atletas dispensados antes do início da segundona catarinense. Boas peças chegaram ao elenco, jogadores experientes, que estariam sob o comando de Leandro Campos na Série B do Catarinense.

Digo 'estariam' pelo fato de que no dia 19 de outubro, faltando 12 dias para o início da luta pelo acesso, o técnico Leandro Campos foi demitido. O desgaste interno com a diretoria aliado à avaliação de que o desempenho da equipe nos jogos-treinos não era bom, culminaram na demissão do treinador.

A diretoria agiu rapidamente e, no mesmo dia em que demitiu seu comandante, anunciou um novo substituto. Rodrigo Bandeira, que estava no Guarany de Bagé (RS) e chegava para o seu segundo trabalho em Santa Catarina. O primeiro havia sido em 2017, quando na época comandava o Camboriú e perdeu o acesso para o próprio Hercílio Luz.

O pouco tempo para a adaptação do elenco ao trabalho de Rodrigo Bandeira preocupava. O discurso do treinador em sua chegada era de que a equipe já apresentava uma ideia de jogo - deixada pelo antigo treinador - e aos poucos ele implementaria a sua.

A estreia do Hercílio Luz na Série B do Catarinense aconteceu no dia 01 de novembro. Embora não tenha tido uma boa atuação, tendo maior destaque o goleiro Diego, o Leão do Sul conseguiu vencer o Barra por 2 a 1 com gols de Douglas Kemmer e Boré.

Antes do início da segunda rodada, um surto de Covid-19 atingiu os jogadores do Hercílio Luz. Vários jogadores, além do técnico Rodrigo Bandeira, foram infectados com o vírus. A diretoria até chegou a pedir o adiamento da partida contra o Internacional, mas a FCF o TJD-SC indeferiram o pedido colorado. Desfalcado pelo Covid-19 e recheado de garotos da base, o Hercílio foi guerreiro mas acabou derrotado pelo Inter de Lages, fora de casa, por 1 a 0. Ainda desfalcado, conquistou um ponto importantíssimo ao empatar em 3 a 3 com o Camboriú, em Tubarão.

A recuperação e arrancada do Hercílio Luz rumo ao acesso iniciava na quarta rodada. Em São João Batista, com a volta dos jogadores que haviam testado positivo, Thiago Furlan e Rafinha anotaram os gols da vitória hercilista por 2 a 0 contra o Navegantes. Na rodada seguinte, ampla vitória por 3 a 0 diante do Fluminense, em casa, com gols de Lucas Pederzoli (2) e Hyago.

E a situação do Hercílio Luz na tabela só não estava ainda melhor por conta do tropeço na sexta rodada, contra o Próspera, adversário do Hercílio na decisão da segundona. Um gol contra de Jhonatha garantiu a vitória por 1 a 0 do time comandado por Paulo Baier na sexta rodada.

Vieram as três últimas rodadas da fase classificatória. Na sétima, a equipe teve o domínio da partida e venceu o Guarani com facilidade, por 3 a 0, em Tubarão. Tony Jr, Lucas Coelho e Thiago Furlan anotaram os gols colorados. Na oitava, o resultado obtido fora de casa, contra a Caçadorense, deixou o acesso bastante encaminhado. Negretti e Douglas Kemmer foram os autores dos gols em Caçador.

Com o acesso encaminhado, chegou a tão esperada partida contra o Metropolitano. O Hercílio Luz, muito dificilmente, deixaria escapar a vaga na primeira divisão, e assim foi. Até mesmo um empate garantiria as duas equipes na primeira divisão, mas o Leão foi além e buscou a vitória em seus domínios.

O que se encaminhava para ser um "jogo de compadres", se desfez nos últimos minutos de partida. Lucas Coelho aos 44 e Adãozinho aos 47 marcaram os gols, a equipe colorada bateu o Metropolitano por 2 a 0 no Estádio Aníbal Torres Costa e conquistou o tão sonhado acesso à Série A do Campeonato Catarinense em 2021.

O Hercilio Luz agora se prepara para decidir a Série B do Catarinense diante do Próspera. O jogo de ida será no Estádio Dr. Mário Balsini, em Criciúma e a decisão será no Estádio Aníbal Torres Costa. Os jogos acontecem nesta semana. A FCF deve detalhar os confrontos em breve.

Caio Maximiano
× Fale com o Infosul