Mortes de macacos são investigadas por suspeita de febre amarela na Amurel

infosul
Foto: reprodução

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) de Santa Catarina investiga a causa da morte de nove macacos na Amurel: oito em Santa Rosa de Lima e um em São Martinho. Especialistas temem que o vírus da febre amarela pode estar circulando na região, visto que os primatas são considerados sensíveis à doença.

“Eles são importantes sentinelas onde o vírus da Febre Amarela está circulando. Macacos mortos são analisados em exames específicos para detectar a verdadeira causa da morte, o que aciona o alerta de cuidado com as pessoas”, explica a coordenadora da Unidade de Vigilância de Zoonoses, Gabriela Nunes.

Os principais sintomas de infecção em humanos são calafrios, dor de cabeça intensa, nas costas, no corpo, náuseas, vômitos, fadiga, fraqueza e início de súbito de febre. “A maioria das pessoas melhora após esses sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença”, reforça a especialista.

× Fale com o Infosul