Movimento ODS é implantado em Tubarão

Foto: Comunicação ODS

Com o objetivo de fomentar a sustentabilidade no dia a dia dos cidadãos, voluntários da região da Amurel acabam de criar um Comitê do Movimento Nacional dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), em Tubarão.

O Movimento ODS é uma rede que une representantes de todas as áreas da sociedade - voluntários e organizações - que acreditam no desenvolvimento sustentável. Trata-se de um movimento formado por voluntários, de caráter apartidário, ecumênico e plural. Seguindo o Movimento Nacional, e Estadual, ações serão pensadas para implementar essa ideia na vida das pessoas e das empresas.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma agenda mundial, um plano de ação global adotado durante a 70º Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2015, para serem implantados de 2016 a 2030.

Objetivo 1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;
Objetivo 2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;
Objetivo 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;
Objetivo 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;
Objetivo 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;
Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos;
Objetivo 7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos;
Objetivo 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos;
Objetivo 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;
Objetivo 10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles;
Objetivo 11: Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;
Objetivo 12: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;
Objetivo 13: Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;
Objetivo 14: Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;
Objetivo 15: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;
Objetivo 16: Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis;
Objetivo 17: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável;

A primeira reunião do Comitê recém formado foi realizada na última sexta-feira, dia 25.

A Unisul assumiu a coordenação Geral do Comitê, tendo a frente o coordenador do Planejamento do Desenvolvimento e Avaliação da Unisul, Fabrício da Silva Attanásio.