Patrícia Pozza: Gratidão

infosul
Imagem: Divulgação

Esopo, o pai das fábulas, afirmava que a  gratidão é “a virtude das almas nobres”.

Percebida como um sentimento de reconhecimento  por algo que trouxe benefícios, o ato de agradecer é comumente considerado positivo por auxiliar as pessoas a prestarem atenção e se concentrarem emocionalmente nas coisas boas da vida.

Mas a gratidão é muito mais que uma simples atitude para se viver bem em sociedade desde a década de 90, alguns estudiosos da psicologia retomaram a pesquisa deste tema mas, apenas recentemente, é que se tem observado um crescente interesse da comunidade sobre o assunto.

A gratidão tem funções muito além da ética e do bem-estar social. é comprovado cientificamente que esse sentimento pode trazer benefícios significativos para a saúde física e mental.

A gratidão também é um sentimento  relacionado à capacidade adaptativa das pessoas, servindo de proteção para situações adversas, aumentando a resiliência.

Pessoas que cultivam a gratidão respondem mais positivamente aos acontecimentos da vida e valorizam situações em que os outros são benevolentes para com elas, o que fornece recursos para o bem-estar psicológico.

Alguns estudos também evidenciam que pessoas gratas estão mais inclinadas a buscar apoio emocional e a abordar problemas ao invés de evitá-los.

Entre os benefícios do cultivo das atitudes de gratidão estão:

  1. - A facilidade na construção de novos relacionamentos;
  2. - a melhora na saúde física e mental;
  3. - o aumento da empatia e redução da agressividade nas relações interpessoais;
  4. - e, comprovadamente, pessoas gratas dormem melhor e tem mais capacidade de resiliência, como descrito anteriormente.

Conclui-se que, desenvolver atitudes de gratidão, é uma das maneiras mais simples para melhorar a autoestima, a saúde física e mental e, consequentemente, a satisfação em viver.

 

 

 

 

 

× Fale com o Infosul