Pensando no bem estar dos funcionários, empresa de Tubarão determina home office por 15 dias

Foto: Filipe Constantino

Em tempos onde muito se discute o que abre ou fecha durante a pandemia do novo coronavírus, uma empresa de Tubarão resolveu tomar a frente e adotar o sistema home office pelos próximos 15 dias. Especializada em documentação de redes, a Mídia Local – GeoGrid Maps – preferiu zelar pela saúde de seus colaboradores até que o número de casos confirmados comece a declinar na região.

Essa é a segunda vez que a empresa adota tal prática. Em março, antes mesmo de um decreto estadual, a medida foi tomada pelos gestores. “Somos uma família e precisamos cuidar uns dos outros. Nesse momento, é importante assegurarmos a saúde de todos”, justifica o diretor Éden Alves.

De acordo com Éden, quando as atividades retornaram para o escritório, em abril, novas regras de convivência passaram a ser adotadas. “Como estamos lutando contra um inimigo invisível, voltamos com práticas até exóticas. Logo na porta, colocamos um armário para que todos os nossos funcionários deixassem o tênis ali. Além disso, o álcool em gel já era um hábito na empresa. Sempre tivemos ele, mesmo antes da pandemia. Como a gente não lida diretamente com o cliente final, esse tipo de ação foi possível”, conta.

Agora, tendo a região da Amurel com risco potencial gravíssimo para Covid-19, antes mesmo que as autoridades competentes decretassem novas regras de convivência social, novamente o GeoGrid Maps suspendeu os trabalhos in loco e determinou que todos cumprissem horário de casa.

“Como disse, primeiro vem a saúde. Mesmo com todas as medidas que tomamos, o caminho até a empresa e da empresa até em casa, oferece risco. Autorizamos, inclusive, que cada um levasse o computador de uso na empresa para casa. O vírus está no ar, pode estar em qualquer lugar. Precisamos cooperar para que tudo isso passe logo”, finaliza Éden.