Perícia confirma que açougue de Tubarão comercializava carne de cavalo; o local foi interditado e o dono preso

Montagem: Sul Agora

O açougue de Tubarão, localizado no bairro Revoredo, investigado por comercializar carne de cavalo foi interditado na manhã deste sábado, dia 13. De acordo com a Polícia Civil, amostras periciais confirmaram a suspeita de que o local comercializava carne equina. O proprietário do estabelecimento foi preso preventivamente.

No ano passado, no mês de agosto, dois homens foram presos em um abatedouro de Imaruí enquanto desossavam dois cavalos. A dupla foi autuada por maus-tratos contra animais e crime contra as relações do consumo. Eles informaram à polícia que vendiam a carne ao açougue tubaronense, por R$ 7 o quilo. Relembre o caso clicando aqui.

Um termo de interdição foi fixado na porta do açougue. Assinado pelo delegado Bruno Marinho Martins, o documento informa que a decisão foi da juíza de direito em exercício da 2ª Vara Criminal da Comarca.