Política: adiamento das Eleições Municipais de ‘2020 para 2020’

Foto: reprodução

Mudanças no Calendário Eleitoral 1

A discussão está tomando conta dos bastidores da política. Há quem defenda o adiamento; há quem prefere pela manutenção; e também há os que acham a discussão muito prematura. O fato é que as Olimpíadas já foram adiadas para o ano que vem, e as eleições presidenciais e parlamentares na República Dominicana, inicialmente previstas para 17 de maio, também foram adiadas para 5 de julho, devido à pandemia do novo coronavírus. Ou seja, adiamentos vem ocorrendo.

Mudanças no Calendário Eleitoral 2

O futuro presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Luiz Roberto Barroso, disse que o prazo final para tomar a decisão do adiamento ou não das eleições deste ano é o mês de junho, e que poderia remarcar a eleição para dezembro. Mas claro, com o avanço dos números da pandemia no país, tudo pode mudar nos próximos dias.

A pressão para o adiamento das eleições parte de todos os lados. Recentemente, senadores apresentaram propostas para que as disputas fossem adiados para 2022.

O senador Major Olimpio (PSL-SP), por exemplo, defende a unificação dos pleitos federal, estadual e municipal, evitando assim, os gastos com as campanhas eleitorais deste ano. Ele anunciou, inclusive, que pretende apresentar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para viabilizar o adiamento. Cabe ressaltar, que qualquer mudança no calendário eleitoral, terá que ser feita pelo deputados e senadores na legislação.

Digníssimo Voluntário

Desincompatibilizando no prazo legal, para concorrer nas eleições deste ano, o Professor Maurício da Silva, que é pré-candidato a vereador pelo PP, em entrevista à uma rádio local, afirmou que afastou-se para cumprir o que a legislação eleitoral determina, mas que continuaria atuando de forma voluntária junto à Fundação Municipal de Educação. A atitude é louvável, mas se a lei impõe o desligamento por completo, não tem que ficar afastado mesmo?! A oposição gostou da entrevista.

Prefeitura Retomando os Trabalhos

A população ficou um pouco mais satisfeita com a retomada dos trabalhos nesta segunda-feira, 13, por parte da Prefeitura de Tubarão, respeitando às orientações necessárias para prevenção ao coronavírus. Afinal, por mais que estejamos todos enfretamento essa pandemia, há coisas que precisam voltar a funcionar e outras de fato funcionar.

Mais Renovação em 2020

Na eleição de 2016, a Câmara de Vereadores de Tubarão teve uma renovação considerável, pois alguns não disputaram a reeleição e outros não tiveram êxito. Neste ano, as previsões apontam que, haverá mais renovação, um pouco mais modesta. Cascão (PP) e João Fernandes (PL) já declararam que não vão disputar a reeleição. Mas, alguns passarinhos cantam que há mais vereadores que também poderão não buscar a reeleição. E, por último, ainda existe a possibilidade de outros comporem a majoritária de seu partido.

PT

O Partido dos Trabalhadores, que já governaram nossa cidade na gestão passada, tem trabalhado bastante para apresentar uma candidatura própria ao Paço Municipal, bem como ampliar sua bancada de vereadores no legislativo. Os trabalhadores deverão apresentar uma nominata completa de candidatos, mesclada de veteranos e novatos. Mas, na minha humilde opinião, precisa se posicionar. O PT é situação ou oposição? Pois o único vereador da sigla na Câmara, tem votado com a base governista quase sempre.

Dizem por ai...

Que após a atualização de filiados no Tribunal Regional Eleitoral, novas surpresas devem surgir...

Que tem gente que, deixou o cargo, mas não deixou a função...

Que tem partido que perdeu todos os vereadores, mas não perdeu a coragem, e poderá surpreender...

Que somente nas urnas saberemos quem foi o maior articulador político da cidade...

Que tem deputado que não anda nada satisfeito com a condução do seu partido na cidade...