Política: habemus candidato; agora já são oito os pré-candidatos à prefeitura de Tubarão

Foto: reprodução

Agora já se sabe quem poderá ser Prefeito ou Vice em uma coligação em Tubarão

Com a definição do PT, indicando o nome de Fontoura como pré-candidato à prefeitura de Tubarão, passamos a contar com oito pré-candidaturas, dentre as quais já anunciadas: PP com Joares; MDB com Dr. Cristiano; PSL com Luciano; PSC com Jó; PL com João Fernandes; PSDB com Marcos e PDT com o Mexicano. Que comecem os jogos de coligações e quem cede para quem.

Impeachment?! Quebra de Decoro?!

Nesta segunda-feira, 01, tivemos uma situação peculiar na Câmara de Vereadores de Tubarão. Esse colunista não vai entrar no mérito da questão, mas um cidadão acompanhado de algumas pessoas – que se dizem prejudicados por um dos pares – protocolou um pedido de cassação do mesmo, alegando quebra de decoro parlamentar.

O suposto caso de quebra de decoro teve início lá em 2017. De lá para cá, foram vários os capítulos dessa novela, desde inquéritos civis como no Ministério Público de Santa Catarina. O fato é que até o presente momento nada foi comprovado contra o parlamentar em questão. Amplamente abordado pela mídia local, o referido representante do povo, inclusive, ao deixar sua antiga sigla anexou todos os documentos que provam sua inocência. Estranho o assunto vir à tona justamente em ano de eleição.

Aqui, não estou dizendo que ‘A’ ou ‘B’ seja inocente. Pelo contrário; esse julgamento cabe à justiça. Mas provoco a reflexão: que fundamento tem uma denúncia na qual o parlamentar não responde a qualquer processo sobre o embasamento da mesma? Ou ainda, todos os processos já movidos – e com recursos esgotados – o mesmo foi inocentado. Não seria melhor acionar a justiça novamente? Pelo que sei, no regimento interno da Casa Legislativa um parlamentar só pode ser ‘derrubado’ após ter uma condenação. Não parece ser o caso. Vamos acompanhar a continuação dessa novela, que nem durante a quarentena os capítulos cessam.

Respeito à democracia, respeito às opiniões

Mas do que nunca o nosso país precisa entender que quem ganhou, governa; e quem perdeu, respeita quem ganhou. As Instituições precisam ser respeitadas. As opiniões precisam ser respeitadas. Claro que, opinião não significa atacar a honra e faltar com o respeito com as pessoas. Em uma briga, todos perdem. Nosso país precisa de mais dos nossos políticos. Os brasileiros merecem mais, seja de qual lado for. Respeito ao povo, ou então, esses poderão um dia decidir nem mais ir às urnas.  Muitos, inclusive, preferem preservar o dia e depois pagar a multa simbólica. Tá valendo a pena, viu?

Respeito ao Governador

Por mais que haja investigações em seu governo, e, diga-se de passagem, com total liberdade dada pelo próprio Governador, bem como a ALESC também com suas CPI, é inaceitável o que fizeram com a vida pessoal do mesmo, acusando-o de ter engravidado uma servidora. Algo que precisa ser apurado, corrigido e fortemente punido ao rigor da lei quem o fez, pois fere a honra, a família, a imagem e até mesmo a disciplina espiritual do cidadão, do ser humano, que hoje está Governador. Pena que a rede social hoje é como um saco de penas jogadas ao vento: por mais que você tente recolher, nunca mais você põe todas penas de volta no saco. Ou seja, o prejuízo de fato, nunca será reparado por inteiro.

Partidos que devem chegar no legislativo nesta eleição para 2021

Pelas pesquisas populares e nos corredores dos especialistas políticos, é apontado pelos mais conhecidos caciques políticos tubaronenses, que partidos como PRB, PSC e PSDB, esse último que já teve quatro vereadores, estarão ocupando no mínimo uma cadeira na casa do povo a partir de janeiro de 2021. Quanto aos demais ditos partidos pequenos na cidade, ainda não se observa uma nominata forte para alcançar o mínimo de votos necessários para a legenda, pelo menos até o momento.

E a Eleição? Até 30 de junho deve sair o veredicto

Na nossa visão o assunto já foi praticamente acordado. Para o Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, considerar a possibilidade de adiamento é porque já possa haver um encaminhamento e alinhamento em relação ao assunto. A coluna acredita que a data da eleição passará para o dia 06 de dezembro no caso de primeiro turno, e para o dia 20 as cidades que tenham a possibilidade de segundo turno. Ah, e sabe o motivo que só devem discutir e votar isso lá pelo dia 30 de junho? Para que não haja possibilidade de uma nova janela partidária. Ou seja, ta tudo calculado. Até mesmo uma eleição em dois dias poderá acontecer, mas jamais em 2021 ou 2022. A eleição é nesse ano, fato.

Dizem por ai...

Que se a janela partidária abrir novamente, as mudanças seriam bastante, uns que foram, voltariam arrependidos e uns que ficaram, iriam, será...

Que até as convenções vai ser a eleição das chapas puras, das chapas independentes, será...

Que com a decisão sobre a quarentena sendo passada aos municípios, os prefeitos podem ver suas eleições irem pelos ares, se suas decisões derem efeito contrário ao esperado, será...

Que o mercado eleitoral proporcional começa a congestionar e depois inflacionar, será...

Que quem ta fora, até entrar, quer baixar salário de vereador, e quando chega lá, o discurso se vai e fica no tentei, mas não deu. Dica: se eleito for, seja prático, doe a uma entidade, ou é jogada de marketing, será...